Benefícios do alho

Entre as propriedades do alho não está combater o colesterol, segundo um estudo

Apesar dos inúmeros benefícios do alho, um estudo acaba de apontar que suas propriedades não são úteis para o colesterol como se pensava...

Apesar dos grandes benefícios do alho para a saúde em geral e para a prevenção de problemas cardiovasculares, particularmente, um recente estudo aponta que não é tão benéfico para o colesterol como tradicionalmente se acreditava.

As propriedades do alho são inúmeras e muito conhecidas, desde antisséptico, fungicida, antioxidante, até para o tratamento de alguns tumores. Entretanto, um recente estudo acaba de indicar que entre as funções benéficas do alho, não se encontra reduzir o colesterol, como coloca em evidência essa pesquisa, publicada no último número da revista 'Archives of Internal Medicine', na qual se diz que o alho, nem cru nem em suplemento alimentar é eficaz para reduzir os níveis de LDL ou colesterol ruim.

A investigação foi dirigida pelo doutor Christopher D. Gardner, da Universidade de Stanford (EEUU), que contou com a participação de 192 pessoas com idades compreendidas entre os 30 e 65 anos. Os participantes apresentavam níveis de LDL moderadamente altos (entre 130 e 190 mg/dL) e o objetivo era comparar os efeitos do alho cru e de dois suplementos alimentares muito populares nos Estados Unidos (Garlicin e Kyolic-100), sobre os níveis de colesterol no sangue. Durante seis meses se realizaram os testes oportunos e os resultados foram contundentes: nem o alho cru nem os suplementos conseguem reduzir a concentração de LDL no sangue, nem consegue reduzir o efeito sobre os triglicérides, o que desmonta a teoria de outros estudos anteriores que falavam das propriedades benéficas do alho para reduzir o colesterol.

Ainda assim, os especialistas apontam que estes resultados só são válidos para pessoas com uma hipercolesterolemia moderada e não deveriam extrapolar para outros grupos. Além disso, a publicação deixa claro que "estes resultados não demonstram que o alho não tenha nenhuma utilidade na prevenção de doenças cardiovasculares", destacam Mary Charlson e Marcus McFerren, que acreditam que o alho poderia sim ser útil em outros processos que intervêm na aterosclerose, com propriedades benéficas já contrastadas, que este estudo não coloca em dúvida.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Benefícios do alho"

Comente no Google+