Xarope de milho de alta frutose, um inimigo evitável

Xarope de alta frutose: um adoçante hiper-refinado que é preciso deixar de lado

Você já conhece os perigos que pode ter o consumo do xarope de milho de alta frutose? Este xarope de milho é de certa forma um veneno escondido em muitos elementos que propiciam seu uso, já que é econômico, mas muito prejudicial. Saiba mais lendo este artigo!

O que é o xarope de milho de alta frutose

O xarope de milho de alta frutose (XMAF) é um ingrediente que compõe quase todos os alimentos processados, de barras de cereal, tira-gostos, refrigerantes, temperos, até sumos e comida lixo, entre outros tantos.

Utiliza-se desde a década de 70 para substituir o açúcar, abrangendo cada vez mais produtos no mercado. Seu baixo custo fez que durante os últimos anos sua produção aumente, no começo formava parte de apenas 1% dos produtos comercializados, hoje em dia esse número varia de 50% a 90%, dependendo do país. Para os produtores isto pode ser algo positivo, mas para os consumidores não é mais do que um atentado contra sua saúde.

O xarope de milho de alta frutose é um alimento que passa por múltiplos processos partindo de amido de milho transgênico (que já está refinado).

Através da exposição do milho a altas temperaturas várias vezes se consegue refiná-la ainda mais, e quebrar sua estrutura molecular, o resultado é edulcorante transparente e com consistência de calda ou xarope. Poderia se dizer que xarope de milho é o mesmo que glicose? Não necessariamente. É na verdade uma espécie de mel, que também contém glicose e frutose, mas que diferente desta de natural e nutritivo nada resta e passa a ser um produto nocivo para a saúde, super-refinado e barato. Isso é o xarope de milho de alta frutose.

Se você prestou atenção a qualquer etiqueta de algo que você tenha comprado com certeza em algum produto terá encontrado as palavras "xarope de milho de alta frutose". Este produto é utilizado para substituir o açúcar, que embora não se caracterize por ser saudável, utilizado moderadamente os problemas que vêm juntos são muito inferiores.

Perigos do xarope de alta frutose ou xarope de milho

O XMAF de saudável nada tem e seu consumo também traz problemas graves como a hipertensão, aumentando o risco de doenças do coração, também em alguns exames se encontrou mercúrio na sua composição, seu conteúdo calórico é muito alto, tendo relação direta com o sobrepeso e um do seu maior problema é que está em quase todos os produtos comestíveis embalados, até os que se autodenominam "light", na sua maioria são de má qualidade e fornecem muito poucos nutrientes ao organismo.

Este mel de milho não vai resultar nada bom para diabéticos, hipertensos, pessoas que não querem comer muitos carboidratos na sua dieta nem que gostem de adoçantes artificiais e ultrarrefinados.

Alimentos que contêm xarope de milho de alta frutose

Você já sabe bem qual é o xarope de milho. Por isso, o melhor que se pode fazer é evitar consumir estes produtos, prestar atenção nas etiquetas e optar por alimentos naturais. Não deixe de conhecer a lista de alimentos com xarope de milho de alta frutose.

  • Produtos de confeitaria. Bolos, tortas, pão, bolachas, panquecas, tortilhas.
  • Refrigerantes: os refrigerantes regulares em geral utilizam xarope de milho de frutose como adoçante.
  • Cereais para café da manhã. Se você ler a informação nutricional verá que muitos cereais que se consomem habitualmente no café da manhã contêm frutose ou XMAF.
  • Adoçantes industriais. Muitos que se vendem como "melaços" são na realidade uma combinação. Um exemplo é o popular kero, que nada mais é do que xarope de milho com dextrose, água e outras substâncias.
  • Embutidos. As salchichas ou outro tipo de embutidos costumam ter XMAF oculto.
  • Alimentos processados. Dentro deste grupo você pode encontrar pastas com queijo ou comidas já prontas para comer.
  • Temperos para saladas industriais. Os temperos reduzidos em gorduras costumam ter mais quantidade de XMAF, o que não é benéfico. Embora os temperos sejam light, não significa que não contenham substâncias que engordem.
  • Iogurtes. Leia muito bem a informação nutricional, já que muitas marcas contêm XMAF para brindar mais sabor doce ao produto.
  • Molhos. Muitos molhos, especialmente os molhos com base de tomate contêm XMAF para neutralizar o sabor ácido do tomate.

Adoçantes e edulcorantes saudáveis que você pode utilizar

Se você quer utilizar adoçantes de melhor categoria, você pode optar por alguns que são muito mais saudáveis e que têm propriedades muito mais favoráveis para seu organismo. Estas opções podem vir bastante bem.

  • Stévia rebaudiana. Uma excelente opção, inclusive para diabéticos. A stévia é uma planta que adoça de uma forma única, sem esse toque plástico dos edulcorantes.
  • Xarope de ácer. Uma grandíssima opção para quem gostar dos xaropes. O de ácer, além de adoçar e ser gostoso, tem propriedades mais favoráveis.
  • Melaço negro. Um dos melaços mais complexos e menos refinados. Valorizam-se muito seus benefícios e nutrientes.

Você consome produtos com XMAF?

Gráfico da enquete: Você consome produtos com XMAF?

Sim

6

Não

8

Às vezes

3

Com que você adoça suas preparações?




Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Xarope de milho de alta frutose, um inimigo evitável"

Comente no Google+