O Chá vermelho e a hipertensão

Consumo de chá vermelho e hipertensão

O chá vermelho, ao ser uma bebida com presença da substância alcalóide teofilina, não é recomendado para pessoas com hipertensão pois em excesso pode provocar taquicardia ou insônia. De qualquer modo, existe um excelente substituto do chá vermelho que não contêm teofilina: O rooibos africano.

O chá vermelho pu-erh é uma das bebidas mais apreciadas pelas suas magníficas propriedades. Especialmente favorece a digestão, acelera o metabolismo e outra questões relacionadas com o aparelho digestivo, que tem ganhado o apelido "eliminador natural de gorduras". Mas o que também é certo é que têm teofilina e esta é una substância alcalóide que estimula o sistema nervoso central, aumenta o ritmo cardíaco e pode gerar taquicardia.

De qualquer modo a concentração de teofilina no chá vermelho é muito menor do que a encontrada em outros tipos de chá e nem falar com respeito aos halóides do café.
De qualquer modo, existe uma bebida de origem africana denominada rooibos, que é conhecida como chá vermelho, mas realmente não é, pois não vêm das Camélias Síneses, senão de outra planta relacionada com as leguminosas. Este é um excelente substituto do chá vermelho, pois não têm teofilina e conserva muitas das suas propriedades, motivo pelo qual converteu-se numa bebida de segurança para os hipertensos que não podem desfrutar do chá vermelho.


IMPORTANTE: A missão do "O Chá vermelho e a hipertensão" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O Chá vermelho e a hipertensão"

Comente no Google+