Aditivos Sintéticos em Alimentos: consequências para a nossa saúde

São realmente nocivos para a saúde?

Aditivos sintéticos são todos os materiais e substâncias não naturais que se utilizam para manter e conservar as qualidades dos alimentos durante a sua armazenagem, manufatura e preservação. Muitos deles, de forte impacto químico, podem ser prejudiciais a médio ou longo prazo para a nossa saúde.

Os aditivos tentam manter as qualidades do produto que vamos consumir, evitando que se deteriore e conservando ou simulando conservar suas características naturais. Pela lei, cada produto deve mencionar na sua caixa todos os seus aditivos. No entanto: você não se surpreendeu ultimamente pela cor e o sabor de algum alimento? Por um acaso não achou artificial demais algum deles?

Corantes, edulcorantes, emulsionantes e saborizantes são moeda comum na nossa alimentação. Conhecemos realmente seus efeitos?

Preconceitos

Os corantes são substâncias que conservam ou recriam a cor natural de um alimento. Assim, destacam a cor de frutas e carnes, por exemplo.

O amaranto e a eritrosina estão proibidos em alguns países, por estudos que os vinculam com o câncer e alterações nos cromossomos, no primeiro caso, e doenças da tireoide no segundo exemplo.

Embora ainda não tenha sido comprovado em 100%, a tartrazina poderia produzir asma, urticária e comichão em pessoas que também são sensíveis ao ácido acetilsalicílico (aspirina). O amarelo ocaso e a azorrubina também registram possíveis contraindicações.

Com relação aos edulcorantes, são saborizantes que se utilizam em substituição do açúcar. O aspartame está contraindicado para pessoas que sofrem de fenilcetonuria, uma doença hereditária. Se consumido com frequência, esta substância se acumula através dos anos e produz danos cerebrais irreparáveis.

Por outro lado, se denomina emulsionantes aos aditivos alimentares encarregados de facilitar o processo de emulsão dos ingredientes. Os emulsionantes artificiais se encontram atualmente em estudo, por suas possíveis consequências negativas para a saúde em diversas ordens.

Segundo os especialistas em nutrição, grande parte das doenças degenerativas têm sua origem na alimentação. Diante disso, não há outra opção do que começar a observar com maior atenção quais substâncias se utilizam nos alimentos que consumimos e, sobretudo, a considerar em maior medida alimentos de produção ecológica que nos garantem uma dieta mais saudável.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Aditivos Sintéticos em Alimentos: consequências para a nossa saúde"

Comente no Google+