Ablactação, introdução de alimentos na dieta infantil

Alimentos para bebês de mais de 6 meses

Os primeiros meses de um bebê são os mais importantes já que começa a se integrar ao mundo que o rodeia, a alimentação não fica de fora dessa situação. O leite materno é o primeiro alimento e o mais importante. À medida que cresce é necessário começar com a ablactação.

Denomina-se ablactação a introdução de alimentos depois do sexto mês de vida. Durante os primeiros 6 meses, um bebê deve ser alimentado exclusivamente, dentro do possível, com leite materno; logo irão se incorporando paulatinamente alimentos na dieta.

É importante que a criança continue sendo alimentada com leite materno, já que este possui diversos benefícios para o bom desenvolvimento e crescimento do bebê. Segundo a OMS, se aconselha manter o aleitamento materno até os 2 anos de idade, sobretudo em áreas de pobreza ou com restrições alimentares.

Para uma melhor compreensão eu vou detalhar que alimentos incorporar na alimentação de bebês de mais de 6 meses.

Do 6º ao 7º Mês

Substitui-se uma comida incorporando mingau ou purê.

  • Amido de milho.
  • Farinha de milho pré-cozida.
  • Iogurte.
  • Queijo tipo ricota ou tipo creme.
  • Abóbora cozida.
  • Cenoura cozida.
  • Batata cozida.
  • Maçã cozida.
  • Banana madura
  • Sumos de cítricos (laranja, toranja, tangerina) diluídos a 50% (metade água, metade sumo).
  • Sopas caseiras com macarrão (não adicionar caldos já elaborados).
  • Gema amassada.
  • Óleo.

Do 7º ao 9º mês

Substituem-se duas comidas por dia.

  • Peito de frango sem pele ralada.
  • Carne de terneiro ralada.
  • Acelga, espinafre sem pencas.
  • Abobrinhas verdes cozidas sem sementes.
  • Beterraba cozida ralada.
  • Arroz.
  • Macarrões finos.
  • Bolachas.
  • Pão.
  • Frutas de estação maduras.
  • Queijos de pasta firme.
  • Manteiga.
  • Margarina.
  • Sumos de cítricos diluídos a 25% (75% sumo, 25% água)

10º ao 12º mês

Realizam-se 3 comidas, além de continuar tomando leite materno.

  • Ovo inteiro amassado.
  • Tomate fervido sem pele e sem semente.
  • Feijão verde sem fios, sem sementes.
  • Milho ralado.
  • Pastas.

Por ano

Realizam-se 4 refeições, já pode se incorporar aos hábitos familiares.

  • Condimentos não picantes.
  • Comer com pouco sal.
  • Comer com pouco açúcar.
  • Incorporar peixe.
  • Incorporar um pouco de cacau.
  • Sobremesas de leite.
  • Evitar o chocolate, guloseimas em geral.

Lembre-se que a incorporação de alimentos deve ser progressiva, você deve adicionar um a um os alimentos, para que seu filho experimente os diversos sabores. Não acrescente açúcar ou sal, é importante que a criança se acostume ao sabor original dos alimentos, além disso este simples hábito ajuda para que no futuro você escolha alimentos frescos e naturais.


IMPORTANTE: A missão do "Ablactação, introdução de alimentos na dieta infantil" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

1 comentário no "Ablactação, introdução de alimentos na dieta infantil"

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia
¡Carregando comentários!

Aida Gomes Abreu ...

Só quero agradecer toda equipa que participaram na elaboração desta ferramenta. Gostei bastante, espero mais sobre nutrição. Obrigafa

0

30 de Mai - 10:14:26

Escreva seu comentário sobre "Ablactação, introdução de alimentos na dieta infantil"

Comente no Google+