Frases sobre a felicidade

Que prefere: ter razão ou ser feliz?

Há algum tempo, o meu compadre David Aponte escreveu um curioso aforismo: "Ao que mais temo é a ter a razão". Em minha opinião, a sua frase inclui grandes verdades; aventuro algumas interpretações nas linhas que aqui seguem. E você?, que prefere? ter razão ou ser feliz?.

Na aritmética, uma das definições que são dadas à “razão” é "quociente de duas quantidades". Se divide 8 entre 4, a "razão" será obviamente 2. A "razão" é então o produto duma divisão.

Por tanto, concordo com o meu irmão da Alma: temo a essa "razão" gestada no calor das divisões; cada vez parece menos sensato ver dois amargos bandos a lutar pelo poder na cidade, no país, no planeta: cada um acha que as suas razoes são as mais razoáveis; mas esse afã por prevalecer sobre o outro, por transformar ao semelhante em inimigo, por estabelecer um neurótico sentido de superioridade sobre o resto, no é monopólio de políticos: em condomínios, famílias e casais reproduzimos esse amargo quadro de separações; quem têm a razão?: o marido, a mulher?, os pais, os filhos?, o presidente da junta de proprietários ou o tesoureiro?, o primeiro ministro, a oposição?, o país invasor ou o invadido?, Juventus ou Real Madrid?

Bem falemos de geopolítica, vida social ou espiritualidade, quando a "razão" se converte em sinônimo de divisão é altamente perigosa: deriva na fatiga da Alma, câncer emocional, tristeza, medo, desamor, guerra.

Quer ter razão quando não há raciocínio

"Ter razão" é um dos nossos vícios preferidos. Frequentemente, queremos "estar acertados" na oposição a um vizinho que "está enganado". Com esta atitude, originamos toda classe de revoltas, desde ácidas disputas domésticas até cruentas guerras mundiais. Não importa o tamanho do conflito: o básico é que querer "ter a razão" a qualquer preço causa divisão, discórdia, infelicidade e –muitas vezes- sem razão.

Existe uma forte carga neurótica cada vez que dizemos a frase "tenho razão" no meio duma disputa: em primeiro lugar, "ter razão" é entendido como um prêmio que nos faz sentir superiores ao nosso interlocutor; depois, com a finalidade de atingir esse prémio, somos capazes de procurar os argumentos mais retorcidos; esses argumentos geralmente não são exatamente verdades (de fato, muitas vezes não são mais que mentiras ou meias-verdades maquiadas), mas usamo-las sem remordimento com tal de dar a impressão de "estar acertados"; quando estabelecemos que o contrário está enganado, a colheita sempre é amarga: alguém fica derrotado, "inferior" ao seu vizinho.

Sentir-se superior ou inferior aos seus semelhantes é uma característica própria do ego –a porção não iluminada da nossa mente separada desse Um ao que chamamos Deus. O ego precisa sentir-se sempre "especial" – quer dizer, maior ou menor aos seus colegas de Vida, por cima ou por debaixo do resto dos seres que habitam o Universo. Quando a porção iluminada da nossa mente começa a perceber a Unidade básica do Tudo, esse Pai-Mãe absolutamente amoroso no que nos sossegamos e igualamos, o ego vê perigar a sua existência, porque ele mesmo é o produto duma divisão.

Que prefere: ter razão ou ser feliz?

Uma das perguntas mais interessantes que já leu é a que aparece em "Um Curso de Milagres": Que prefere: ter razão ou ser feliz?

Amigo leitor ou leitora, com sinceridade: que prefere você?

  • Gosta do papel de profeta do desastre para depois ter orgulho dos seus macabros acertos?
  • Gosta de anunciar uma iminente calamidade para depois dizer: "eu já disse, eu já disse!"?
  • Faz de cada conversa com o seu parceiro um torneio verbal no que desmonta os seus argumentos?
  • Sente-se derrotado se não impõe as suas idéias a colegas de trabalho ou amigos?
  • Defende a toda custa os seus pontos de vista sobre política, religião, nacionalidade ou desporto quando fala com outras pessoas?
  • Custa-lhe chegar a acordos com os seus semelhantes?
  • Sente-se perdedor se lhe demonstram que "não está acertado"?

Se a resposta a cada pergunta é sim, provavelmente na sua Vida ouve mais momentos de "ter razão" que de genuína felicidade.

Não se trata de dar a razão à outra pessoa de modo automático, de baixar a cabeça ante a mais mínima discrepância, de ceder naquelas coisas que nos importam por direito legítimo: essa é uma neurose tão devastadora como a anterior.

Trata-se de pensar que o afã de demonstrar a nossa suposta superioridade sobre o resto conduz ao sistema de pensamento do medo e a separação; exilia-nos do reino do Amor; afasta a tão desejada felicidade; faz-nos preferir a guerra ao Reino dos Céus; faz-nos sentir maiores ou menores ao indivisível Um.

Por isso o sábio judeu Don Sem Tob escreveu alguma vez: "Feliz o homem que não se preocupa de valer mais do que custa".

Desde o Amor, fazemos valer os nossos direitos sem vulnerar os do outro; iluminamos com os nossos pontos de vista aos outros e permitimo-nos ser iluminados pelos deles; ensinamos a Paz e –ao mesmo tempo- aprendemos o que é; sabemos que podemos "estar acertados" e que o outro pode estar em desacordo com nós… porque cada um tem direito a desvelar a sua Verdade no momento que considere adequado! Os nossos argumentos servem para estender a realidade do Amor e não para dividir-nos.

Em poucas palavras: preferimos ser felizes a ter razão… embora "estejamos acertados"!

Porque como diz o meu adorado amigo: "ao que mais temo é a ter razão".


2 comentários no "Frases sobre a felicidade"

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia
¡Carregando comentários!

Adão António Macoza ...

A razão humana é o produto da percepção doque se tem sobre a vida terrena, ou seja não existe razão exclusiva, cada um encontre a razão a sua maneira de a sua ambiencia(congnitismo).

0

3 de Mai, 2013 - 21:50:33

Adão António Macoza ...

A razão humana é o produto da percepção doque se tem sobre a vida terrena, ou seja não existe razão exclusiva, cada um encontre a razão a sua maneira de acordo sua ambiencia(congnitismo).

0

3 de Mai, 2013 - 21:52:50

Escreva seu comentário sobre "Frases sobre a felicidade"

Comente no Google+