Frases de sabedoria para liberar o seu poder pessoal

Aviva todos os días o seu Cristo interno

Como você pode amar o seu próximo, quando não amar a si mesmo? Você pode saciar a fome de seus pares quando seus armários estão vazios? Você vai se tornar uma fonte de água viva para a sede quando seu poço está seco, quando você mesmo morrer desidratado? Gandhi e Jesus pediu-nos procurar a Deus.

Algum tempo atrás, troquei alguns e-mails com o minha amiga em Córdoba, Argentina, Ana Cristina Barión. Num deles, pediu-lhe "avivar o seu Cristo interno"... e como uma brincadeira, eu disse que seria muito fácil, "porque você tem isso no seu segundo nome." No correio seguinte, Ana Cristina pediu-me escrever algo sobre isso. Por meses, senti que tinha a resposta "na ponta da língua"... mas, por alguma causa, não podia escrever nada.

Última sexta-feira, teve jantar com meu amigo e compadre Carlos Jesús Ibarra Castellanos (ele também tem Cristo no seu segundo nome). Fizemos isso no tradicional restaurante "Sorrento", da Avenida Solano López, na Sabana Grande, Caracas. Ele desfrutava * spaghetti napoli * acompanhado por um * papelão limão * muito venezuelana. Eu: * piumme alle vongole * com um terço de * cerveja * Polar *. O "Sorrento" com seus antigos fãs no teto, as mesas vestidas com toalhas de xadrez ea sua culinária caseira italiana ainda é um ótimo lugar para faltar e jantar.

O jantar começou no meio de uma dessas conversas espirituais épicas que sempre tenho com o Carlos. Então, meu amigo deu uma frase memorável, que ele atribuiu ao mestre indiano Osho: "Buda, mais do que budistas, queria Budas; Cristo mais do que os cristãos, queria cristos". "Compadre, eu lhe respondi, esa frase merece um artigo." Quando cheguei em casa, as 10:30, comecei a escrever este artigo com a qual eu comemoro minha amiga de Córdoba e meu compadre de Caracas.

* Se você vê a menor diferença entre você e Deus, não entendeu nada! *

"Aquele que vê Deus no seu próximo, não precisa de procurar mais", disse Mahatma Gandhi. "Ame o seu próximo como você ama a si mesmo" sentenciou dois mil anos antes Jesus de Nazaré. No entanto, devemos perguntar, como você pode amar o seu próximo, quando não amar a si mesmo? Você pode saciar a fome de seus pares quando seus armários estão vazios? Você vai se tornar uma fonte de água viva para a sede quando o seu poço está seco, quando você mesmo morrer desidratado?

Gandhi e Jesus pediu-nos procurar a Deus eo amor no próximo, porque, anteriormente, já o tinham encontrado neles mesmos. E quando rebosamos dentro de nós de Deus e amor, sinônimo exatos de acordo com a sabedoria do Nazareno, somos incapazes de diferenciar entre nós eo próximo. Nessa altura, todos e cada um somos Um.

Sim, na plena consciência de amor, somos todos Um, nem mais nem menos. Portanto, três mil anos atrás, lemos nos * Upanishads * (textos sagrados do hinduísmo). "Se você vê a menor diferença entre você e Brahman (Deus, o Superior) é porque não entendeu nada" No Evangelho segundo Tomé (apócrifo segundo as denominações cristãs), o famoso carpinteiro de Belém teria dito: "Quando de dois faz um, quando o interior é igual ao exterior, quando o que está em cima é igual ao que está abaixo, em seguida, vai entrar no Reino dos Céus ".

Na consciência plena de Deus em nós, a experiência de que o amor infinito que atende (que * reconecta * raiz da palavra * religião *) a todos os seres na unidade do pai é o que chamamos de Cristo. É uma experiência cheia de energia e expansão, pois, o que pode ser mais forte do que a experiência da criatividade de Deus em nós? Para se tornar Cristos foi sem dúvida o maior ministério de Jesus. O que disse o carpinteiro judeu depois de curar os enfermos, expulsar demônios, tornar a água em vinho e andar sobre a água? Sua mensagem foi: "Coisas como esta ou * maiores * vocês também farão!" (leva em comta, amigo/a leitor/a, o * maiores *).

Será que ele talvez quiser discípulos passivos, dóceis ovelhas com medo do perigoso pastor? Não, sua mensagem era cheia de poder: "São deuses", ele disse aos seus discípulos e aqueles que tiveram a paciência de ouvir. Assim, e de acordo com o seu ensinamento, se "a sua fé fosse do tamanho de uma semente de mostarda e disser a este monte * passa de lá para cá *, ele vai passar e nada será impossível" (nada!). Quando um Jesus ou um Buda ver-nos com alguns pães e peixes na mão, nos pedem pensar grande, e agir da seguinte maneira: "multiplicá-los para saciar a fome de milhares, de milhões de pessoas, sejam amigos, estranhos ou inimigos. "

Depois de ler essas passagens, a frase do mestre Osho com a qual começamos este artigo parece ainda mais lúcida: "Buda, mais do que budistas, queria Budas, Cristo, mais do que cristãos, queria cristos". Assim, tornar-se Budas ou Cristos não é uma reivindicação de nossos egos inchados, uma aspiração louca de nossos espíritos: na verdade, é a nossa maior e única necessidade espiritual.

* Tudo o que não é o Cristo são véus que o escondem *

Tudo o que não é amor são obstáculos que nos separam da consciência de Cristo. O místico muçulmano Abubalas Ben Alarif diz com estas palavras: "Tudo o que não é Deus, são véus que o escondem" e acrescentou: "Você (* você * como * ego *) é o véu que esconde o seu próprio coração do segredo de seu mistério". Hafiz, outro pensador muçulmano diz: "Você é sua própria barreira ... pulá-la desde o interior".

Quando o amor começa a entrar em nossos corações, torna-se um poderoso agente de limpeza espiritual, num choque para dissipar décadas de sofrimento psicológico, abuso emocional e medo de viver plenamente (os véus que nos escondem a consciência de Cristo) , anos de pântanos e problemas desaparecem como nada, são abolidos na eternidade do presente -a única casa- do perfeito Amor.

Sim, quando o amor pega para si um coração... fica vazio de tudo o que não é Ele! Por amor, a doença é trocada em saúde, raiva em misericórdia, avareza em generosidade, preconceitos dar lugar a uma amplitude de visão, a depressão torna-se inútil crisálida da que emerge uma gloriosa felicidade, os navios do rencor ficam sem protesto nas baías do perdão, eas cavernas escuras que costumavam ser os nossos corações tem a luz infinita de Cristo.

A mistica americana Mary Baker Eddy diz: "O objetivo do Amor divino é aumentar a compreensão eo reino de Deus, o reino da harmonia que já está dentro de vocês (...) Amor, que palavra ela! Com surpresa me dobro a ela. Sobre quantos milhares de mundos tem alcance e é soberano! O tudo infinito dom bem, o Deus único, é amor. "

Continua esta notável professora espiritual: "O amor não é algo que é colocado numa prateleira para pegá-lo em raras ocasiões, com pinças para açúcar e colocar sobre a pétala de uma rosa. Exijo muito do Amor, provas eficaz dele (...) Caso contrário elas aparecem, deixo fora a palavra como algo falso que não tem o toque de metal verdadeiro. Amor não pode ser uma abstração, ou * bondade sem atividade e poder * (poder!) * é o silêncio ea oração, o coração é tão cheio que se esquece de si mesmo *".

* O Cristo não é uma pessoa: é a percepção de que o amor é tudo *

Não confunda o Cristo ou o Buda com as pessoas. Sabemos que tanto Jesus, o carpinteiro de Nazaré, como Gautama, o príncipe indiano, não queriam ficar pertos de membros submissos de seitas, dizimistas oportunos ou escravos do culto da personalidade. Eles queriam ser acompanhados por Cristos ou Buddhas -colegas tão eficaz quanto a si mesmos.

Eles só queriam uma coisa para você: liberar todo o seu poder pessoal, que pode mover montanhas através da experiência de sua consciência de Cristo ou o estado de Buda, ou seja, a compreensão espiritual que Deus é Amor eo amor é tudo.

Qualquer "ismo" (talvez, como eu, foram ou são dependentes de alguns deles) que separa da sua consciência de Cristo e do sentimento calmo de unidade com o resto dos seres que habitam o universo é um obstáculo que impede experimentar a graça infinita do Pai-Mãe.

Todo guru, corporação religiosa, instituição de ensino, meios de comunicação, sistema partidário, amante ou amigo que quer vampirizar o seu poder pessoal, vai usar os "deuses longes" do seu Cristo interno para controlá-lo espiritualmente, mentalmente, emocionalmente e fisicamente. Lembre-se, por exemplo, do fraco, pecador, desprezível que você é para não se lembrar de sua verdadeira origem, a partir do qual nasce todo.

Vai valer destes "véus" loucos e da imaginação que fica no coração carente, aquele em que não brilha com força o amor -para que você seja incapaz de curar a si mesmo e ao próximo, para ficar no naufrágio nas águas do Erro e não poder andar sobre elas, de modo que as montanhas de sua incredulidade permanecem intactos e sua fé é incapaz de mové-las, de modo que a inundação de sua neurose não vai permitir construir sua própria Arca da Salvação, que, a meio caminho, as águas divididas do Mar Vermelho derrubar violentamente em cima de você e esconder na liberdade que você tinha obtido abrir com o poder do Amor

Então, o que você deve fazer com aquele ou aquela que quer tirar sua consciência de Cristo, vampirizar a sua energia, reduzir-lhe para um calabouço emocional ou ideológico, limitar o seu poder interior sagrado? Só uma coisa: mais e mais e mais amor (o significado de "dar a outra bochecha"), na esperança de que ele ou ela acordar, antes possível, à imagem e semelhança do Um.

O místico muçulmano Ibn Arabi diz bem claro com esta poesia que também é uma excelente oração:

Meu coração pode tornar-se de qualquer maneira:
É pasto para as gazelas
E mosteiro para monges cristãos
E templo para ídolos
Ea Kaaba para os peregrinos
Eas tábuas da Torá eo Alcorão
Eu sigo a religião do Amor
Qualquer direção que tomam os camelos
Essa é a minha religião e minha fé.

Caro leitor ou leitora: que os momentos sombrios de desânimo não derrumbar você, os pesadelos sinistros que às vezes povoam suas noites, os pensamentos sombrios que às vezes se multiplicam na sua mente. Ore ao Pai, com a certeza de que "qualquer escuridão que é aumentada em um, , torna-se em infinito amor que pode tudo, que ilumina tudo."

Essa é a aurora radiante do Pai que espera o buscador sincero da Verdade!

Que o Cristo que vive em você todos os días possa manifestar Seu grande poder e abençoe cada momento de sua vida!


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Frases de sabedoria para liberar o seu poder pessoal"

Comente no Google+