Água para sabões

Tipos de Água para Sabões

A água para os sabões tem a função de dissolver a soda cáustica e ser o meio em que se produz a saponificação.

A água para os sabões tem a função de dissolver a soda cáustica e ser o meio em que se produz a saponificação.

Um sabão pode conter ao redor de 15% de água quando está curado.

Dependendo das receitas, a água para adicionar está de 35% a 45% no começo da preparação.

Há vários tipos de água disponíveis para fazer sabão mas cada uma delas tem vantagens e desvantagens.

Antes de descrever os tipos de água que há disponíveis, vamos falar das propriedades.
A água pode ser mole ou dura em função da quantidade de cátions com carga 2 ou mais. É dito que a água é mole quando tem baixo conteúdo de cátions cálcio / magnésio ou outros. A água é dura quando tem altos conteúdos destes cátions ou outros polivalentes.

Existem outros íons que podem estar presentes mas não serão muito comuns nas águas que há disponíveis.

Os cátions de cálcio e magnésio provocam a precipitação dos sabões, especialmente. Só o sabão do ácido láurico tem mais resistência a precipitar e se mantém solúvel.

Também um excesso de íons sódio na água pode provocar a precipitação de sabões devido a um efeito químico chamado íon comum, embora a vantagem seja que é reversível.

O ideal é usar água o mais mole possível.

Os diversos tipos de água disponíveis normalmente são:

  • Água de Rede: esta água dependendo da área de onde se extrai pode ser mole se é de rios grandes e caudalosos ou dura se for extraída de poços na terra. Só seria utilizável se for mole. A água de rede costuma vir com cloro, gás dissolvido para evitar contaminação bacteriana, e como é oxidante não é recomendável usar assim diretamente já que nos afetaria alguns óleos, vitaminas, óleos essenciais, etc, razão pela qual é recomendável ferver a água e deixar esfriar tampada.
  • Água desmineralizada: esta é a água que deveríamos usar se não pudermos utilizar a da rede. É normalmente mal chamada "destilada". Esta água se produz através de um amolecedor de água. Este dispositivo contém resinas de intercâmbio iônico que retêm os cátions com 2 ou mais cargas Ca Mg e deixam passar os de 1 carga como o sódio Na ou potássio K .
  • Água destilada ou bidestilada: são tipos de água que se obtêm através da destilação por calor e em seguida a água é condensada por esfriamento. É cara e não é fácil de conseguir. Não é necessário utilizar uma água assim para sabões. Esta se costuma utilizar em laboratórios farmacêuticos para fabricar medicamentos.
  • Água de chuva: é uma água que, se for reunida após os primeiros minutos de chuva para garantir a limpeza do ar atmosférico, é muito útil. Tem características parecidas à destilada. De fato, passou por um processo parecido, só que este é natural (evaporação de rios, lagos e mares, condensação nas nuvens e chuva)

Como podem notar, temos muitos tipos de água para utilizar. Existem outros fatores a considerar como a possibilidade de contaminação bacteriana da água mas tudo dependerá do processo que usamos.

Para o processo a frio ou quente tanto a temperatura como o meio fortemente básico fariam impossível a vida de bactérias na água ou depois no sabão. Não obstante, se quiser você pode ferver a água e deixar esfriar com o recipiente tampado.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Água para sabões"

Comente no Google+