Ácidos ômega 7, uma nova forma de tratar a síndrome metabólica

Reduza a maioria dos seus sintomas

Você sofre de síndrome metabólica e quer tratá-la de forma natural? Os ácidos ômega 7 podem ser muito úteis para isso. Se te interessa conhecer como agem sobre o organismo, não perca este artigo.

É muito provável que você já conheça o potencial nutricional e as propriedades terapêuticas dos ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. Mas também existem os ômega 7, compostos por vários tipos de ácidos graxos.

Na realidade, os ácidos ômega 7 são gorduras monoinsaturadas que se encontram presentes de forma natural em diferentes alimentos. Os cientistas descobriram recentemente que um tipo específico de ômega 7 chamado ácido palmitoleico possui uma grande capacidade para tratar a síndrome metabólica.

Quer conhecer no que consiste sua ajuda? Descubra nos seguintes parágrafos.

Benefícios dos ácidos ômega 7 para tratar a síndrome metabólica

Segundo as investigações científicas realizadas, estes componentes graxos, funcionam como moléculas de sinalização que facilitam a comunicação entre a gordura e o tecido muscular do corpo. Isto permite que os ômega 7 possam ser muito benéficos para tratar os diferentes problemas que conformam a síndrome metabólica, como:

  • Os níveis de glicose elevados e a resistência à insulina.
  • Triglicérides altos e colesterol HDL baixo.
  • Pressão arterial alta.
  • Acúmulo de gordura abdominal na forma de maçã.
  • Inflamação de tecidos.

A boa notícia é que os ácidos ômega 7 têm a capacidade de trabalhar de cinco formas diferentes para reduzir a maior parte dos sintomas que conformam este terrível problema:

  • Reduzem a resistência à insulina e diminuem os níveis de glicose presente no sangue.
  • Evitam a produção e acúmulo de gordura nos tecidos.
  • Normalizam e equilibram os níveis de colesterol.
  • Combatem a obesidade.
  • Evitam a inflamação.

omega 7

Não pode esperar mais para começar a consumir os ácidos ômega 7? Tome nota das formas em que pode fazê-lo.

Como consumir ácidos ômega 7

Para obter os benefícios terapêuticos destes componentes naturais, você pode consumi-lo de duas formas:

  1. Através dos alimentos ricos no seu conteúdo.
  2. Através de suplementos.

Alimentos

  • Frutos de mar
  • Manteiga
  • Abuacate
  • Curry
  • Azeite de oliva
  • Queijo
  • Ovos
  • Bagas de espinho amarelo
  • Nozes
  • Levedura
  • Arenque
  • Ovos de salmão

Suplementos

Costumam se apresentar na forma de cápsulas. Geralmente se recomenda consumir durante os dois primeiros meses de tratamento, quatro cápsulas diárias: duas de manhã e duas de tarde. De preferência faça isso acompanhando alguma refeição. Passados dois meses, você poderá reduzir a dose a dois comprimidos por dia. Até hoje não se registraram efeitos secundários no seu consumo.

De qualquer forma, é recomendável que você siga as instruções da bula e veja se não é alérgico a nenhum dos seus ingredientes.

Que alimentos ricos em ácidos ômega 7 você costuma consumir?

Gráfico da enquete: Que alimentos ricos em ácidos ômega 7 você costuma consumir?

Frutos do mar

29/29

Abacate

40/13

Azeite de oliva

42/9

Queijo

45/5

Ovos

48/4

Bagas de espinheiro-marítimo

4/30

Nozes

31/14

Levedura

10/20

Arenque

2/24

Ovos de salmão

2/26

Já consumiu suplementos de ômega 7?




IMPORTANTE: A missão do "Ácidos ômega 7, uma nova forma de tratar a síndrome metabólica" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

1 comentário no "Ácidos ômega 7, uma nova forma de tratar a síndrome metabólica"

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia
¡Carregando comentários!

HELENA TANSCKI COSTA ...

EU PROCURO POR OMEGA 7 LEITE ÓLEO VEGETAL OZÕNIO ESPINHERO AMARELO OU ESPINHERO DO MAR É ESTES SUPLIMENTOS QUE EU RELACIONEI

0

9 de Nov, 2015 - 17:42:57

Escreva seu comentário sobre "Ácidos ômega 7, uma nova forma de tratar a síndrome metabólica"

Comente no Google+