As gorduras saturadas ajudariam a prevenir o diabetes

Os lácteos seriam os melhores para este fim

As gorduras saturadas, segundo alguns estudos recentes, poderiam ser boas para ajudar a prevenir o diabetes tipo 2. Estudou-se nos golfinhos, também em humanos e os resultados parecem promissores. Saiba mais sobre este assunto!

As gorduras saturadas são conhecidas (e evitadas) por elevar o colesterol LDL ou ruim e sua relação com os ataques cardíacos e outros problemas de saúde. Você pode encontrá-las em produtos animais (tanto carnes gordas como derivados) e alguns óleos (como o de palma e o de coco).

Entretanto, nem todas seriam más notícias em torno a este nutriente. Recentes investigações demonstraram que as gorduras saturadas ajudariam a prevenir o diabetes e não seriam saudáveis para o seu coração como talvez você supunha. Tudo o que se dava como certo poderia se desmoronar com um estudo realizado em animais marinhos.

Por que previriam o diabetes

Os investigadores descobriram que os golfinhos são capazes de mudar e sair de um estado parecido ao diabetes humano. Chamado também de síndrome metabólica, indicativo geralmente de um pré-diabetes nos seres humanos. Esta síndroma metabólica poderia ser evitada nestes animais pelo alto consumo de peixe, alimento principal da dieta dos golfinhos.

Particularmente o ácido heptadecanoico (uma gordura saturada) seria o encarregado de regular esta função. Os golfinhos com os mais altos níveis deste ácido no sangue eram os que tinham menor insulina e triglicérides.

A hipótese dos investigadores é que o afastamento dos humanos do consumo de produtos lácteos inteiros (gerado em grande parte por sua relação com a saúde) poderiam ter gerado a deficiência do ácido heptadecanoico, o que teria um papel essencial no crescimento do diabetes no mundo todo.

Ou seja, se você come uma baixa quantidade de gorduras saturadas, tem pouco ácido heptadecanoico e poderia sofrer mais probabilidades de ter diabetes.

Outro estudo interessante se realizou com 27.000 pessoas de 45 a 74 anos. Cada uma delas foram acompanhadas durante 14 anos. Os que comeram mais produtos lácteos inteiros por dia reduziram o risco de diabetes em até 25%. A gordura láctea poderia estar relacionada, pelo menos em parte, à proteção do diabetes tipo 2.

Mas este não seria o único benefício que te aportariam as gorduras saturadas. Também te ajudariam na construção das membranas celulares e hormônios, melhoram a absorção de minerais, são um combustível para seu cérebro, são saciantes, reduziriam o nível de colesterol e agem como veículos das vitaminas A, D, E e K.

Manteca

Lembre-se bem que as gorduras saturadas por si só não seriam um remédio mágico. Toda a sua alimentação e estilo de vida influenciam as possibilidades de sofrer diabetes.

  • É bom dizer não aos alimentos processados, especialmente ao açúcar.
  • Aumente o consumo de verduras sem amido.
  • Realize exercício.
  • Aumente seu consumo de ômega 3 e 6.
  • Mantenha um peso saudável.
  • Descanse adequadamente cada noite.

Quais gorduras saturadas você tem que escolher

Claro, é possível dizer que qualquer produto de origem animal vai te aportar excelentes gorduras saturadas. Mas nem sempre é assim. As carnes processadas, determinados lácteos e alguns produtos processados não são muito recomendáveis para a sua dieta. Concentre-se nas recomendações que você conhecerá a seguir.

  • Manteiga de pastoreio. Embora pareça curioso, poderia ser um dos alimentos que te ajudariam a reduzir o risco de sofrer de diabetes. Embora muitas vezes seja temida, a escolha da manteiga correta poderia ser melhor que evitá-la. Você sempre deve escolhê-la crua, orgânica e produto de animais livres e alimentados com pasto.
  • Salmón rosado. Além de ser um peixe delicioso, apresenta um balanço de gorduras incomparável, pois também aporta insaturadas, ômega 3 e é um alimento completíssimo. Trate de conseguir salmão "natural", salvagem. O de criadouro pode ter valores nutricionais não tão elevados.
  • Óleo de coco. Durante anos foi um autêntico inimigo e considerado um "entope-artérias". Agora, para a ciência não existe um melhor óleo que este, só comparado com o de oliva extra virgem. Suas cadeias médias de triglicérides fazem que esteja biodisponível para o corpo muito mais rápido. E se recomenda usá-lo para substituir os óleos processados de sementes (girassol, milho).

Que gorduras saturadas você consome habitualmente?

Gráfico da enquete: Que gorduras saturadas você consome habitualmente?

Carnes vermelhas

40/20

Carnes brancas

32/6

Lácteos

29/14

Ovos

34/5

Outros

23/8

Causaram problemas para você?




IMPORTANTE: A missão do "As gorduras saturadas ajudariam a prevenir o diabetes" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "As gorduras saturadas ajudariam a prevenir o diabetes"

Comente no Google+