Maldito cigarro: o caso de uma pessoa que não pode deixar de fumar

O que é bom para deixar de fumar?

O leitor João Manoel comenta que é impossível largar o cigarro. Inclusive já realizou um tratamento a laser sem sucesso, além de seguir ao pé da letra várias indicações. De qualquer forma, suas palavras deixam entrever um pouco de falta de determinação para conseguir seu objetivo. Que tal ajudá-lo?

Recebemos uma mensagem com o título "Maldito cigarro" e, nele, o caso de uma pessoa que não pode deixar de fumar, que é o que expomos a seguir:

"Oi, me chamo João Manoel. Tenho 37 anos, levo 20 anos fumando um pacote diariamente. Estou casado e tenho dois filhos. Há um mês me submeti a um tratamento a laser para deixar de fumar. Na primeira semana me senti mal. E também na segunda e na terceira e assim até que estou fumando quatro ou cinco cigarros por dia. Sei que vou acabar voltando, então vontade eu ponho, mas não chego a culminar meu grande desejo. Caminho pelas tardes, não tomo café nem chá nem nada de álcool. Masco chicletes sem açúcar e consumo cápsulas de valeriana para a ansiedade. O que estou fazendo errado?"

As respostas de outros leitores que passaram pela mesma situação não se fizeram esperar. Um deles disse o seguinte ao João Manoel: "O que você está fazendo errado é pensar que vai voltar a fumar. Se você pensa que vai voltar a fumar, nada irá te deter. Você tem que conseguir pensar e decidir firmemente que NÃO VAI FUMAR MAIS. E só assim vai consegui-lo sem falhar. Se você pensar 'amanhã não fumo mais', será assim. Eu deixei de um dia para o outro. De um maço a zero cigarros. Se eu consegui, você também vai; e qualquer pessoa pode."

Isso é verdade em parte, porque a determinação e a força de vontade não se encontram em qualquer pessoa. Mas é indiscutível que acreditando que vai voltar a fumar, inevitavelmente terá uma recaída. O autoconvencimento de que é algo possível é fundamental.

Outro leitor também acrescentou estas palavras: "Para deixar qualquer vício a gente tem que MENTALIZAR, DECRETAR que vai se desfazer deste ou daquele vício. Dizê-lo em voz alta. Você deve estar sozinho, em um ambiente tranquilo e em estado de relaxamento. Eu sugiro também se aprofundar em leituras de psicologia e budismo. Não sabe quanto isso vai te ajudar."

Além de levar em conta que o fator psicológico e de atitude é CRUCIAL para deixar de fumar, também qualquer um que ande na busca desse caminho pode consultar nossa seção de remédios e truques para deixar de fumar, onde poderão encontrar muitos artigos de ajuda.

E você... Como conseguiu deixar de fumar? Que conselhos você pode dar ao João Manoel? Topa contar sua experiência? Pois para tudo isso você só tem que deixar um comentário abaixo.


IMPORTANTE: A missão do "Maldito cigarro: o caso de uma pessoa que não pode deixar de fumar" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Maldito cigarro: o caso de uma pessoa que não pode deixar de fumar"

Comente no Google+