Plantas para os nervos

Plantas para os nervos, plantas medicinais, fitoterapia

Uma das funções principais da fitoterapia é colaborar para conseguir o controle do sistema nervoso do indivíduo, através do consumo de plantas tranquilizantes e tônicas que ajudam a controlar a tensão, relaxar e tonificar os nervos...

Uma das funções principais da fitoterapia é colaborar para conseguir o controle do sistema nervoso do indivíduo, através do consumo de plantas tranquilizantes e tônicas que ajudam a controlar a tensão, relaxar e tonificar os nervos.

Atualmente, a atividade cotidiana, o estresse e a sensação de angústia são cargas pesadas demais para o nosso organismo. Por isso, a fitoterapia se encarrega de nos proporcionar o oportuno relaxamento e tranquilidade graças aos diversos tratamentos que existem atualmente baseados em plantas medicinais, como uma magnífica opção para ajudar e cortar, antes de utilizar medicamentos, as afecções menores do sistema nervoso, tais como a insônia, estresse ou estados de nervosismo pontuais e por isso, os especialistas devem ter os conhecimentos adequados para propiciar esta aposta terapêutica.

Assim, as principais plantas utilizadas para combater doenças dos nervos são o Ginseng e o Ginseng siberiano, que costumam ser utilizados para atacar a depressão e reduzir o estado de estresse pessoal, já que reforçam nossas defesas naturais do sistema nervoso. Também convém ingerir a Erva de São João, já que é um tônico reparador do sistema nervoso, especialmente útil no tratamento da depressão. Da mesma forma, se recomenda a borragem porque ajuda a equilibrar o excesso de hormônios suprarrenais que se produz em uma situação de estresse e o mais conhecido, a valeriana, que corta qualquer tipo de transtorno nervoso e depressivo e suas manifestações psicossomáticas, tais como palpitações, espasmos, vômitos, esgotamento nervoso, estresse, problemas de insônia, etc.

Com relação às dietas existem vários complementos que podemos incorporar os alimentos para garantir nossa paz interna, tais como o manjericão, a rosa silvestre, que reforça o sistema nervoso e tranquiliza suas manifestações adversas no estômago. Da mesma forma é benéfica a flor do maracujá ou passiflora contra insustentáveis situações de insônia. Também é muito útil para calmar os nervos diante de situações de estresse importante, como exposições em público, provas, etc. Outras plantas a levar em conta são o lúpulo, a melissa, a tília, o espinheiro-alvar, todas elas através de infusão.

Segundo Irene Iglesias Peinado, professora titular do Departamento de Farmacologia da Faculdade de Farmácia da Universidade Complutense, encarregada de falar na Jornada dedicada ao Tratamento de Afecções do Sistema Nervoso com Plantas Medicinais, incluida no Curso de Fitoterapia organizado pelo Colégio de Farmacêuticos da Cidade Real, indica que “há uma grande cultura popular sobre o uso de plantas, na qual são conhecidas especialmente as propriedades da valeriana e do hipérico, por exemplo”. Além disso, a especialista indica que “em um mundo como o atual, no qual as pessoas vivem muito nervosas e com muita intensidade os problemas, é uma grande opção conhecer e fazer bom uso das plantas medicinais, antes de chegar ao médico e pedir um ansiolítico, com muitos efeitos adversos dos quais carecem as plantas bem utilizadas”, aponta.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Plantas para os nervos"

Comente no Google+