Vitamina D para proteger o DNA celular

Uma nova propriedade

As vitaminas são essenciais para a boa saúde do organismo. O caso da vitamina D é bastante interessante já que segundo os cientistas age sobre o DNA celular. Descubra como pode te ajudar a prevenir diferentes doenças...

O caso da vitamina D, também conhecida como ¨a vitamina do sol¨, é bastante particular, por quê?

Alguns especialistas em nutrição não a consideram realmente uma vitamina, já que o corpo pode produzi-la por si mesmo, não é estritamente necessário que se encontre presente na dieta.

No que sim coincidem todos, é na importância desta vitamina para ajudar o organismo a cumprir corretamente diferentes funções, tais como:

  • Regule a absorção de cálcio e fósforo
  • Mantém ossos e dentes saudáveis
  • Proporciona um efeito protetor contra o câncer
  • Ajuda a regular o diabetes tipo 1
  • Previne a esclerose múltipla

Como trabalha a vitamina D

Segundo estudos médicos recentes, seu benefício maior consiste em trabalhar diretamente sobre o DNA celular, protegendo a informação dos genes.

Por conseguinte ajuda a prevenir diferentes doenças.

Como se relaciona a vitamina D com o DNA

Investigadores da Escola de Medicina da Universidade de Boston, durante 2013, realizaram um exaustivo estudo sobre os benefícios da vitamina D na saúde do organismo.

Os autores explicam que em seu estudo descobriram que a presença de altos níveis de vitamina D em pessoas saudáveis era essencial para manter a correta informação genética do sistema imunológico.

Estudos realizados com anterioridade tinham demonstrado que níveis muito baixos de vitamina D se associavam com um maior risco de desenvolver doenças como o câncer.

Como se realizou o estudo científico sobre a vitamina D

Foi realizado com a colaboração voluntária de oito adultos: alguns saudáveis e outros que sofriam de deficiência de vitamina D.

  • A 3 participantes se les dio 400 UI de vitamina D por día.
  • Para 5 participantes foram dados 2.000 UI por dia.

Este procedimento se repetiu durante dois meses. Os investigadores coletaram mostras de sangue para detectar a quantidade de glóbulos brancos presentes na mesma, no início e no final do estudo.

Também foram investigados mais de 22.500 genes para determinar se a sua atividade tinha aumentado ou diminuído depois do consumo de vitamina D.

Resultados do estudo

Foi constatada a alteração genética de 291 genes, relacionados com órgãos que cumprem funções biológicas importantes no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, doenças infecciosas, doenças autoimunes e o câncer.

Na presença de um maior nível de vitamina D, a expressão dos genes foi melhorada.

Conclusões do estudo

Possuir o nível suficiente de vitamina D no organismo pode ajudar a que os genes potenciem o efeito protetor do sistema imunológico, prevenindo o desenvolvimento de inúmeras doenças.

Sol

Diferentes formas de obter vitamina D

  • Através do sol
  • Consumindo alimentos ricos nela: salmão, leite de vaca e leite de soja, atum em óleo, iogurte e cereais.
  • Através de suplementos alimentares
  • Estima-se que a exposição da pele ao sol entre 5 e 10 minutos, duas ou três vezes por semana, permite que seu corpo tenha a capacidade de produzir a vitamina D suficiente.

Apesar disso, existem estudos recentes que afirmam que até 50 % dos adultos e crianças do mundo todo sofrem de deficiência dela.

Causas que provocam deficiência de vitamina D

  • Presença na pele de pigmentos muito escuros.
  • Muito uso de protetor solar.
  • Baixo consumo de alimentos ricos em seu conteúdo.

Doses diária recomendada

A quantidade necessária vai depender da idade que você tenha:

  • De 0 a 50 anos: 5 microgramas
  • De 51 a 70 anos: 10 microgramas
  • Mais de 71 anos: 5 microgramas

Quem deve consumir vitamina D sintética

Como dizia no começo, esta vitamina pode ser elaborada naturalmente pelo corpo ao estar em contato com o sol, mas existem algumas pessoas que por seu entorno ou por seu estilo de vida, não tomam sol suficiente.

Por exemplo:

  • Pessoas que vivem perto dos polos ou em zonas com alta contaminação ambiental, devido a pouca luz solar existente.
  • Pessoas que trabalham de noite e de dia se mantêm dentro das suas casas.
  • Doentes que se encontram na cama por longos períodos.

Para estes casos é necessário recorrer à vitamina sintética ou suplementos alimentares que a contenham.

O que você faz para obter vitamina D?

Gráfico da enquete: O que você faz para obter vitamina D?

Tomo sol

15/1

Pratico esportes ao ar livre

7/9

Consumo alimentos ricos em seu conteúdo

13/3

Consumo suplementos alimentares

15/7

Que alimentos você consome?




IMPORTANTE: A missão do "Vitamina D para proteger o DNA celular" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Vitamina D para proteger o DNA celular"

Comente no Google+