Peeling químico ou peeling enzimático, qual é o melhor para a sua pele?

Como fazer um peeling no rosto

Quer fazer um peeling no rosto, mas não sabe qual escolher? Existem 2 tipos de tratamento: peeling químico facial e o peeling vegetal. Descubra neste artigo em que consiste cada um e como afetará a pele do seu rosto. Não perca!

Para que serve o peeling

O que é um peeling? O termo em inglês significa descascar e faz referência ao processo de limpar as diferentes capas da pele, acelerando o processo de renovação das células que a compõem. Ao eliminar a primeira capa da pele, se descartam células mortas e aparece a nova pele que é mais fina e perfeita. Os resultados são incríveis, sua pele ficará mais tersa, lisa e livre de manchas, o que te fará parecer mais jovem.

Esta é uma excelente forma de unificar o tom da sua pele ou corrigir cicatrizes ou manchas provocadas pela acne, desajustes hormonais, o sol ou pela idade. O peeling facial caseiro também pode te ajudar a suavizar linhas de expressão e pequenas rugas.
Existem diferentes tipos de peeling, quer conhecê-los para ver qual é o melhor para seu rosto? Descubra-os na seguinte lista.

Tipos de peeling

Se você está decidida a realizar um peeling de despigmenção, deve saber que tem 2 opções para escolher: o peeling químico facial e o peeling enzimático. A escolha de qualquer uma das opções tem a ver com o grau de profundidade com que precisa esfoliar sua pele, dependendo do problema facial que quiser corrigir. Confira suas principais características.

Peeling químico com ácidos

No que consiste um peeling ácido? Como seu nome indica, é um peeling facial que se realiza com ácidos. Mas não se assuste, é considerado um tratamiento seguro e os benefícios de um peeling químico são vários: te ajudará a eliminar manchas, rugas, cicatrizes da acne, entre outros problemas da pele.

O peeling químico se realiza com um ácido que responda às necessidades da sua pele e o recomendável é fazê-lo numa clínica de dermatologia. Os ácidos para peeling mais utilizados são:

  • Ácido salicílico. É um grande antisséptico, portanto será de grande ajuda para eliminar ou atenuar manchas e cicatrizes da acne.
  • Ácido glicólico. Se extrai da cana-de- açúcar e é um excelente remédio natural para apagar os sinais de envelhecimento: rugas, linhas de expressão e manchas.
  • Ácido mandélico. É uma substância derivada das amêndoas, ideal para tratar sua pele se for muito sensível ou for de tom escuro.
  • Ácido tricloroacético. Serve para melhorar o aspecto da pele quando tem cicatrizes e marcas muito profundas, embora eu te aconselhe a evitar seu uso se sua pele for muito clara.
  • Ácido lático. Provém do leite e brinda excelentes resultados para melhorar peles que tiveram muita acne.
  • Ácido retinoico. Tem a capacidade de estimular a produção de colágeno e favorecer a regeneração celular. Por isso é considerado um dos melhores peeling para manchas.

Peeling enzimático natural

Procura um peeling natural? Então esta é a solução para você, o peeling enzimático é mais suave e econômico que um peeling ácido, mas com a vantagem que também te ajudará a acelerar a esfoliação natural da pele, fazendo-a parecer mais jovem. Quais são os benefícios do peeling enzimático?

As vantagens de usar um esfoliante enzimático são várias, já que será de grande benefício para melhorar o tom e a textura da pele, te dando mais frescor, brilho e juventude, melhorar a vermelhidão e limpar poros para prevenir espinhas e acne. Em geral, o peeling enzimático natural não tem nenhuma contraindicação e é apto para todo tipo de pele. Além disso, seu tempo de recuperação é muito curto.

Para fazer um peeling vegetal se usam enzimas de frutas e plantas, que têm a capacidade de desencadear reações químicas que aceleram o desprendimento de células mortas da pele.

Que peeling facial escolher

Felizmente, são várias as opções que você tem para fazer um peeling no rosto em casa, mas eu te recomendo levar sempre em conta as necessidades da sua pele, ou seja, que tipo de pele é. De qualquer forma, existem ingredientes naturais apropriados para cada caso.

Pele sensível

As peles sensíveis têm a característica de ter a epiderme fina, se queimam facilmente ao estar expostas ao sol, se avermelhando e se descamando em seguida e costumam ser alérgicas a muitos produtos de cuidado facial. Portanto, ao escolher um esfoliante enzimático para realizar um peeling vegetal, você deve levar em conta usar um ingrediente que a umecte e hidrate com profundidade, por exemplo, o mel, a aveia ou a aloe.

Pele oleosa

Se você tem a pele oleosa, é necessário que os produtos naturais para esfoliar este tipo de pele estejam livres de óleos, já que estes aumentam a presença de sebo na pele, fazendo que esta pareça mais oleosa. Opte por usar produtos que contenham frutos cítricos como o limão ou o kiwi, já que estes te ajudarão a baixar e neutralizar o excesso de oleosidade na pele, fazendo que esta pareça muito mais limpa. A argila verde também pode ser de grande benefício para usar como esfoliante enzimático.

Pele normal

A pele normal ou pele mista é a que menos complicações oferece, já que a maioria dos produtos naturais de uso cosmético lhe caem bem. Por exemplo:

  • Peeling de azeite de oliva e açúcar. As propriedades hidratantes e limpadoras do azeite de oliva se unem ao poder esfoliante do açúcar, dando lugar a um creme ideal para fazer um peeling caseiro.
  • Peeling caseiro de iogurte e sal marinho. Uma receita simples e rápida que limpará sua pele normal deixando-a firme e luminosa, graças ao ácido lático contido no iogurte e ao poder abrasivo do sal.
  • Peeling caseiro de tomate e limão. Se o seu objetivo é ter uma pele perfeita, uma vez por semana você deve realizar este peeling enzimático, já que tanto as propriedades adstringentes do tomate como as limpadoras do limão farão milagres na sua pele.

Peeling

Outros esfoliantes e limpadores naturais

Se você gosta de cuidar sua pele com produtos naturais que limpem e esfoliem a pele, mas sem danificá-la, com certeza vai querer conhecer algumas opções de limpadores faciais. Tome nota da seguinte lista.

  • Esfoliante de lavanda e azeite de oliva. Você descobrirá como as propriedades hidratantes e purificadoras do azeite de oliva, somadas às propriedades aromáticas da lavanda, podem se tornar um excelente esfoliante natural.
  • Esfoliante de abacate e casca de nozes. Você conhecerá o passo a passo para preparar em casa, em apenas alguns minutos, este inovador esfoliante à base de casca de nozes e abacate, que deixará sua pele radiante e muito mais jovem.
  • Esfoliante de mel e amêndoas. Você encontrará as indicações precisas para tirar proveito das milagrosas propriedades purificadoras do mel e das amêndoas, preparando este esfoliante caseiro.
  • Limpador de leite. No caso de que você tenha a pele oleosa, o leite pode ser uma grande ajuda para eliminar o excesso de oleosidade. Além disso, tem a vantagem de ser muito fácil de preparar e de aplicar.
  • Limpador facial de pepino. Sem lugar a dúvidas, o pepino é um dos ingredientes mais utilizados na elaboração de receitas de beleza, é que possui a particularidade de limpar e nutrir a pele ao mesmo tempo. Este limpador deixará sua pele limpa e fresca em poucos minutos.
  • Limpador de camomila. Se você tem a pele seca, deve saber que a camomila pode ser uma grande aliada para limpá-la e devolver a ela o brilho e luminosidade. Esta é uma receita fácil de realizar e que te levará pouco tempo de preparar, mas por outro lado te deixará a pele limpa e hidratada.
IMPORTANTE: A missão do "Peeling químico ou peeling enzimático, qual é o melhor para a sua pele?" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Peeling químico ou peeling enzimático, qual é o melhor para a sua pele?"

Comente no Google+