5 técnicas de estamparia têxtil artesanal

Formas de imprimir sobre tela, sem tingimento total do tecido

Além das técnicas que requerem do tingimento da tela para a sua realização, existem outras que permitem a impressão, sem necessidade de tingir.

Tipos de impressão em tecido

Cada uma destas técnicas tem suas características específicas. Não obstante, podem ser combinadas entre si ou com as técnicas de tingimento por reserva, como o Batik ou as técnicas de Shibori. Podem-se realizar sobre sedas ou sobre outro tipo de tecidos.

Devorê

Esta técnica, também conhecida como tecido Burnout, se usa geralmente sobre veludo ou tecidos com texturas similares. Trata-se de aplicar uma pasta que queima o tecido, marcando um determinado desenho. Quando se retira a pasta, o desenho fica delimitado pela diferença de textura, entre o veludo não alterado e o devorê que tem a aparência lisa.

Marbling

Através deste procedimento se obtém um efeito de marés de cor. Para isso se utiliza um produto especial que você pode adquirir nas casas especializadas em artes. Mistura-se com diferentes tinturas num recipiente com água e através de formas diversas se consegue produzir efeitos e desenhos muito interessantes, sobre os que se apoia o tecido que se deseja imprimir.

Heliografia

Neste caso o tecido se pinta com o modo e o motivo preferido. Antes de que a pintura seque, se cobrem determinadas partes com moldes e se expõe no sol. O sol não afetará as partes cobertas, deixando impressos os desenhos das formas utilizadas.

Serigrafia

Seu nome provém da seda, já que antigamente se realizava usando este material. No entanto, na atualidade talvez seja o método mais utilizado, em todas as suas variações técnicas, sobre uma grande variedade de superfícies. Consiste em filtrar a tinta através de uma rede, que foi obturada em determinadas áreas, para delimitar um desenho.

Impressão digital têxtil

Nos últimos tempos, as novas tecnologias somaram possibilidades à estamparia de tecidos. A impressão digital têxtil é a evolução digital da serigrafia. Se bem deixa de ser artesanal, já que requer equipamentos de alta tecnologia, sua vantagem é ser menos contaminante.

Outros métodos de estamparia têxtil artesanal

Existem outros métodos de estamparia têxtil artesanal que usam técnicas de tingimento por reserva. Esse é o caso dos seguintes.

  • Técnica de batik. Esta técnica se faz habitualmente sobre tecidos de algodão. Use cera para reservar determinadas áreas. Desse jeito, as anilinas só vão tingir as partes que não foram reservadas. O procedimento se repete tantas vezes como cores se quiser incluir no desenho.
  • Técnicas de Shibori. Existem muitas variações desta técnica que consiste em reservar áreas sem o uso de cera. Estas reservas se fazem por pressão através de nós, amarraduras, franzidos, enrolamentos, etc. Em cada caso tem um nome diferente, embora a mais conhecida seja a técnica conhecida como Tie Dye.
  • Batik invertido. Trata-se simplesmente de imprimir um desenho removendo cor em determinadas áreas não reservadas, com água cândida ou água sanitária.

Que técnicas de impressão têxtil você utiliza?

Gráfico da enquete: Que técnicas de impressão têxtil você utiliza?

Devorê

21/23

Marbling

18/15

Heliografia

11/15

Serigrafia

69/6

Impressão têxtil digital

22/8

Que outra técnica de impressão têxtil você conhece?




Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "5 técnicas de estamparia têxtil artesanal"

Comente no Google+