Cosmética BIO

Mulheres de 35 a 44 anos são as mais animadas em usar um cosmético natural

A cosmética BIO chega às farmácias. As mais partidárias de começar a usar um cosmético natural são as mulheres de 35 a 44 anos.

A Cosmética BIO chega às farmácias, tanto é assim que são as mulheres de 35 a 44 anos, as residentes no sul e na cidade de Levante, as mais “partidárias” de escolher um cosmético natural, no caso da Espanha.

A moda da cosmética natural ou BIO chega às farmácias. A maioria das mulheres da Espanha, país onde foi realizada esta pesquisa sobre o assunto, prefere um cosmético de origem natural a outro de origem sintética, segundo uma enquete do Centro de Investigação sobre Fitoterapia (INFITO).

A enquete foi realizada com 540 mulheres de toda a Espanha e os dados revelam que 73% das entrevistadas é mais favorável aos cosméticos com ingredientes naturais aos de procedência 'química' ou sintética.

Por outro lado, nada menos do que 82% das entrevistadas manifesta que mudaria seu cosmético atual por um com componentes baseados em plantas de cultivo biológico e são as mulheres com idades compreendidas de 35 aos 44 anos as mais inclinadas a realizar essa mudança. Além disso, costumam ser de classe alta e meia-alta, as residentes no sul (67%), em Levante (66%) e em Barcelona (69%).

Uma enquete similar realizada em junho do ano passado na França mostrava que só 54% das mulheres do país europeu preferia um cosmético natural a um químico e apenas 43% se mostrava disposta a mudar o seu.

Mais da metade das mulheres (56%) diz ler a composição dos cosméticos que compra e observa seus ingredientes principais, sendo as mulheres com idades de 45 a 54 anos as que mais fazem isso. Este interesse é superior ao das mulheres francesas, já que só 31% destas confessou mostrar interesse pela composição dos cosméticos.

Um estudo paralelo realizado por INFITO entre 1800 entrevistados revela também que um terço dos espanhóis é consumidor habitual de plantas medicinais. Galegos e madrilenhos são os mais favoráveis a elas, enquanto na Andaluzia, localizada no sul do território espanhol, o uso é mínimo (2%).


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Cosmética BIO"

Comente no Google+