Acne e alimentação

Alimentação para a acne

A acne é um problema de pele no qual influenciam diversos fatores, entre os quais se pode mencionar a alimentação. Nos últimos anos despertou interesse conhecer como a alimentação pode ser um pilar para o tratamento dessa doença.

Embora haja opiniões encontradas diante da ação da alimentação no tratamento e prevenção de uma doença de pele como a acne, nas últimas décadas se observaram avanços diante do estudo da relação entre os alimentos e a acne.

Uma das teorias inovadoras que relacionam o surgimento da acne e da alimentação se baseia no consumo elevado de alimentos com alto Índice Glicêmico. Ao que parece o mecanismo de ação seria o seguinte.

Os alimentos com alto índice glicêmico provocam um aumento da insulina circulante, ocasionando resistência à insulina (alta concentração de insulina no sangue), a glicose não entra na célula e se mantém alta no sangue.

Esta situação provoca uma desordem hormonal que se traduz no aumento de síntese de sebo e o crescimento epitelial folicular. Por outro lado, o alto consumo de ácidos ômega 6 com relação à ingestão de ácidos ômega 3 desencadeia um processo inflamatório.

Existem fatores dietéticos que favorecem a inflamação, como por exemplo o aumento de consumo de gorduras trans, açúcares simples e a redução de ingestão de antioxidantes naturais. A isto se soma o baixo consumo de alimentos pobres em ácido ômega 3. Ou seja que o aumento de sebo mais crescimento epitelial folicular mais inflamação desencadeia o surgimento de acne.

Outros dos alimentos que ocasionaria o surgimento de acne seriam o leite, as bebidas de cola e a cerveja. No caso do leite (tanto leite inteiro como desnatado) a causa seria a presença de certas substâncias que influem nos hormônios estimulando as glândulas sebáceas.

Por último, outros dos alimentos controversos é o chocolate. Há quem garanta que o chocolate não desencadeia o surgimento de acne e outros sim. A diferença de critério se deveria a que existem estudos encontrados com resultados opostos. Ao que parece esta diferença de resultados a favor ou contra se deveria à composição do chocolate, a qual pode variar.

Os chocolates com mais conteúdo em cacau e com menos conteúdo em manteiga de cacau, leite, etc., poderiam ser consumidos sem problema; enquanto o consumo de chocolates menos puros poderia desencadear o processo de acne.

Hoje em dia se sabe que existe uma tríade na qual interagem a genética, o estilo de vida e a dieta como fatores desencadeantes da acne. Por isso, o tratamento deve ser integral. Com relação à dieta, você deve eliminar ou consumir com precaução os alimentos mencionados anteriormente e aumentar o consumo de alimentos frescos como vegetais e frutas que são ricos em fibra (ajuda a eliminar toxinas) e antioxidantes (evitam a inflamação).

Chocolate negro

Por outro lado, você deve substituir os cereais e farinhas brancas pelos cereais integrais, cujo índice glicêmico é menor. Não se esqueça de consumir alimentos ricos em ácidos ômega 3, que têm uma ação anti-inflamatória. Por último, evite o consumo de bebidas de cola e álcool e substitua pela água.

Quanto mais natural seja a dieta menos probabilidades de sofrer acne você terá, embora você deva levar em conta tanto o fator hereditário, como o estresse e o sedentarismo.

Você sabia que os alimentos podem influir na acne?

Gráfico da enquete: Você sabia que os alimentos podem influir na acne?

Sim

43

Não

3

Conhece outros alimentos que podem desencadear acne?




IMPORTANTE: A missão do "Acne e alimentação" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Acne e alimentação"

Comente no Google+