Para saber que nunca estamos sozinhos

Frases de auto-ajuda para a solidão

Ler pensamentos e frases de diferentes autores conhecidos que já sofreram pode ajudar a aperceber-nos que nunca estamos sozinhos no mundo. Sempre existe alguém com quem compartir um momento ou alguma coisa (um texto, uma música) que nos pode fazer sonhar e encontrar companhia.

Estas frases sobre a solidão foram escritas em contextos temporais e geográficos muito diferentes. Algumas mais optimistas, outras nem tanto, todas são testemunha, reflexão e sentimento sobre um dos assuntos chave da condição humana. Compartimo-las aqui:

- Um guerreiro da luz usa a solidão, mas não é usado por ela.
Paulo Coelho

- Para desfrutar intimamente e para amar é preciso a solidão, mas para sair vencedor é preciso viver no mundo.
Stendhal

- Ame a sua solidão e suporte o sofrimento que lhe causa.
Rainer Maria Rilke

- A timidez é uma condição alheia ao coração, uma categoria, uma dimensão que desemboca na solidão.
Pablo Neruda

- Todos os homens, em algum momento das suas vidas, sentem-se sozinhos. E estão. Viver é separar-se do que fomos para aproximar-nos ao que seremos no futuro. A solidão é o fato mais profundo da condição humana.
Octávio Paz

- E se não pudesse afastar-se de mim, não poderá aproximar-me a ninguém, a nada. Nem a mim.
Antonio Porchia

- Eu não sei de pássaros, mas conheço a história do fogo. Mas acho que a minha solidão devia ter asas.
Alejandra Pizarnik

- Por que, em geral, fugi-mos a solidão? Porque são muito poucos os que encontram companhia com eles mesmos.
Carlo Dossi

- Uma pessoa pode sentirse sozinha, mesmo quando muita gente a ama.
Ana Frank

- Não existe maior pobreza que a solidão.
Mãe Teresa de Calcuta

- A solidão é um consolo para uma alma entristecida, que detesta a quem lhe rodeia como um veado ferido abandona ao seu rebanho, para refugiar-se numa cova na que sanará ou morrerá.
Khalil Gibran

- A solidão é uma viagem sem límites à sede.
Francisco Garzón Céspedes

- A solidão não é tão triste. Ser também é não ter sido.
Jorge Guillén

- Ai, coração viageiro, a sua solidão é a perdição, deve chorar a sua solidão vazía se morre a flor da sua imaginação.
César Brañas


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Para saber que nunca estamos sozinhos"

Comente no Google+