O que é a henna natural e como se usa para tinturas e tatuagens temporárias

História e uso deste pigmento natural

A henna provém do arbusto Lawsonia inermis. É utilizada para realizar tatuagens temporárias e tinturas para o cabelo. Descubra mais deste produto neste artigo.

Henna é o nome árabe do arbusto lawsonia Inermis. As folhas desta planta, secas e trituradas, são o que conhecemos como henna em pó. Cresce em zonas úmidas do norte da África e do sul da Ásia e é muito popular entre as mulheres dos países islâmicos para dar tom aos seus cabelos e tingir as unhas, as pontas dos dedos e partes dos pés.

No mercado existe atualmente uma infinidade de produtos semipermanentes à base de substâncias de origem vegetal e portanto natural. O benefício reside em que este pigmento natural colore seu cabelo com suavidade e sem danificá-lo.

Quanto aos seus usos, se utiliza de diversas maneiras:

  • Para coloração do cabelo
  • Para fazer tatuagens temporárias na pele
  • Como tintura de unhas e dedos, sobretudo em rituais de casamento e de celebrações

Sobre a planta de Henna

A henna recebe muitos nomes dependendo do país e inclusive a forma de pronunciá-lo dentro de cada região, embora "henna" seja a mais comum. Na Índia se conhece como mehndi. Ainda podemos encontrá-la com algum outro nome em algumas traduções de "As mil e uma noites" e novelas ambientadas nos haréns árabes.

Lawsonia inermis, a planta da qual se recolhem as folhas que se secam e se trituram até convertê-las em um fino pó que se utiliza para tingir, é uma planta grande de flores brancas pequenas e cheirosas que podemos encontrar no Norte da África, na Índia e no Oriente Médio.

Seu principal uso é o de tintura natural com uma forte cor marrom alaranjada. Na atualidade, podemos encontrar no mercado misturas de henna para tingir o cabelo com diversas cores, devemos ter muito claro que levam produtos químicos adicionados para conseguir essas cores, a henna natural só tingirá de marrom alaranjado. Quanto mais fresco seja o pó de henna mais forte será sua cor e mais duradoura.

Origem da henna

O uso da henna remonta a cinco mil anos pelo menos. A teoria mais aceita é que se começou a usar no Antigo Egito, e a partir daí se estendeu seu uso aos outros países do Norte da África e Oriente Médio até chegar na Índia. Foram encontradas múmias com restos de decorações de henna, pinturas rupestres onde se vê uma princesa com as mãos e pés decorados com henna, inclusive se diz que o profeta Maomé a usava para tingir a barba.

Durante séculos foi utilizada para tingir a roupa, mas seu uso mais habitual é para o cabelo e para fazer decorações corporais. Estas decorações tradicionalmente se faziam nas mãos e pés, mas as novas modas incluem desenhos para todo o corpo.

Embora se conheçam como tatuagens de henna, não são tatuagens reais, já que se colorem as capas superficiais da pele e não são permanentes. A tatuagem irá desaparecendo de acordo com a renovação da nossa pele.

Além disso, foram atribuídas a henna propriedades curativas e mágicas, em algumas culturas se considera sagrada. Tem um efeito refrescante sobre a pele, se a aplicamos sobre o cabelo reduz o nível de gordura e fará que o cabelo esteja mais forte e tenha mais corpo.

É dito que se não fosse pelas máscaras de henna, as mulheres muçulmanas que levam todo o tempo a cabeça coberta com um lenço ficariam com o cabelo podre. Foi utilizada para curar doenças da pele, contusões, dor de garganta e de cabeça, mas estes efeitos não estão testados.

Desenhos com henna nos países hindus e islâmicos

Os desenhos variam muito de uma cultura para outra, especialmente entre a cultura hindu e a cultura árabe.

  • Desenhos com Henna nos países islâmicos
    • Não incluem figuras de animais e pessoas.
    • São utilizados desenhos florais ou geomêtricos.
    • Podem se encontrar mulheres que levam tingidas as palmas das mãos e plantas dos pés completamente, sem nennhum desenho, isto é devido à crença de que protege e fortalece a pele.
  • Desenhos com henna nos países hindus
    • Se são utilizados desenhos de animais, que se situam dentro de um quadrado ou um círculo, e ao redor deste se adicionarão outros motivos menores normalmente geomêtricos ou florais.
    • Os desenhos que se fazem em uma mão e outra são independentes, mas às vezes são complementares.

Tatuar con henna

Uso da henna em cerimônias das culturas hindu e árabe

Uma parte importante das cerimônias nupciais islâmicas, hindus e judias sefarditas é a decoração com henna das mãos e pés da noiva.

No Marrocos, onde esta celebração dura três dias, a primeira noite é a festa onde se fará este ritual: na casa da noiva se reunirão suas melhores amigas, para bater papo e dançar enquanto uma tatuadora de henna fará a complicada filigrana com que vão se decorar suas mãos e pés.

Esto pode levar umas três horas pela complicação dos desenhos. Pode parecer inclusive que levam umas finas luvas de encaixe. Terminado o desenho se cobrirá e envolverá a henna com muito cuidado para não estragar o desenho e não se retirará até o dia seguinte.

Embora normalmente a decoração com henna esteja reservada à noiva, em algumas regiões da Índia também se decoram as mãos do noivo com motivos reservados aos homens.

Estas festas da henna duram três dias, se convida todas as amigas e mulheres da família, que virão com suas melhores roupas. O normal é que se contrate uma tatuadora profissional conhecida como mu'alima (mestra), são mulheres normalmente de origem humilde que aprenderam o ofício das suas mães.

A tatuadora profissional é uma figura respeitada por seu trabalho, mas ao mesmo tempo tem uma estranha relação com elas, já que são mulheres que trabalham fora das suas casas, que viajam, que saem de noite e que às vezes fumam, em uma sociedade muçulmana tudo isto não está muito bem visto. Se o orçamento permite, se contratará também uma orquestra de músicos que amenizará as noites, momento em que começa a dança, aqui é quando as mulheres árabes dançam o raks baladi, ou a parte folclórica da dança oriental.

A homenageada nestas festas está isenta de fazer qualquer tarefa nestes dias. Será o centro de atenção e, também, como terá que estar quieta enquanto lhe fazem os desenhos, depois terá que esperar com as mãos e pés envoltos em algodão pelo menos um dia para que a henna se marque com força e seja duradoura, as mulheres da sua família terão que cuidá-la e alimentá-la. Normalmente antes de uma festa deste tipo, a mulher irá ol hammam (banhos públicos) para se purificar física e espiritualmente.

Agora, levar desenhos de henna sobre a pele está muito na moda. Inclusive, quando chega o verão podemos encontrar artistas de rua que nos farão um bonito desenho por um módico preço.

Para que você utilizaria henna natural?

Gráfico da enquete: Para que você utilizaria henna natural?

Para utilizá-lo como tintura de cabelo

83/28

Para fazer uma tatuagem temporária

120/11

Você tatuou ou tingiu o cabelo com henna alguma vez?




Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O que é a henna natural e como se usa para tinturas e tatuagens temporárias"

Comente no Google+