Comprimidos, cápsulas, ampolas e drágeas de alcachofra: no que se diferenciam?

Diferentes formas de apresentação dos suplementos de alcachofra

Você costuma consumir a alcachofra na forma de suplemento? Então já deve ter percebido que costuma se apresentar em diversos formatos. Descubra neste artigo que diferenças têm entre si e qual te convém consumir de acordo com as suas necessidades. Não deixe de ler!

A alcachofra é um alimento com um alto valor nutricional, que lhe confere uma grande quantidade de benefícios e propriedades terapêuticas. É por esta razão que nos últimos tempos é possível encontrá-la no mercado apresentada em suplementos de diversos formatos.

É muito provável que você tenha ficado na dúvida, mas qual é a que me convém consumir? Geralmente, quando se trata de aliviar uma doença, você terá conseguido observar, que às vezes seu médico te receita um determinado formato, mas em outras ocasiões é diferente. Claro que esse procedimento tem suas razões justificadas.

Normalmente a alcachofra pode ser encontrada no mercado na forma de:

  • Comprimidos
  • Drágeas
  • Comprimidos
  • Cápsulas
  • Ampolas

Se você quer descobrir qual é o formato que se aproxima mais às suas necessidades, não perca os próximos parágrafos!

Apresentações e formatos dos suplementos de alcachofra

  • Cápsulas. É o formato indicado se você busca um efeito rápido da alcachofra. É uma das formas mais comuns e de melhor aceitação na hora de consumir um suplemento na forma oral. Neste caso os extratos de alcachofra estão contidos num envoltório de gelatina de origem vegetal. Diferente de outros formatos, o conteúdo vai solto no seu interior, o que facilita sua absorção no seu organismo de forma mais rápida y efectiva.

    As cápsulas de alcachofra estão elaboradas com suas folhas, que contêm esteróis, magnésio, potássio e cinarina. Para emagrecer ou baixar o colesterol, 2 dos usos mais populares do consumo de alcachofra, você pode tomar de 4 a 6 cápsulas diárias, divididas em duas ou três vezes, junto com a comida.

  • Drágeas. No caso de que não te agrade o sabor ou o cheiro da alcachofra, este formato vai ser do seu agrado. As drágeas são comprimidos cobertos de finas capas de laca, com um sabor e textura agradável, que transformam o real sabor do seu conteúdo. As drágeas de alcachofra também são facilmente assimiláveis por seu organismo.
  • Comprimidos. É a melhor forma de consumir a alcachofra no caso de que você queira ou precise que seu efeito seja absorvido por seu organismo de forma lenta. Os comprimidos vão se dissolvendo lentamente no estômago e no intestino, liberando de forma pausada seus princípios os ativos. E medicinais da alcachofra.
  • Comprimidos sublinguais. É um formato não tão usado em suplementos alimentares. Mas que da mesma forma você pode encontrar no mercado. Sua particularidade radica no fato de que faz que os princípios ativos da alcachofra se compenetrem rapidamente com a saliva e tenham um efeito imediato. Absorvem-se através da língua e logo passam diretamente à corrente sanguínea.
  • Ampolas. Trata-se de comprimidos elaborados com extrato de alcachofra aos quais se somam quantidades mínimas de outras substâncias naturais para potencializar seu efeito curativo.

Alcachofa

Efeitos secundários

Quando é consumida de forma natural é totalmente segura e não reporta quase nennhum efeito secundário ou contraindicação. No caso dos suplementos, embora seu consumo também seja considerado seguro quando se tomam por via oral, em algumas pessoas pode causar alguns efeitos secundários.

Os mais comuns são: os gases intestinais e as reações alérgicas.

Diferentes formas de consumir a alcachofra de forma natural

No caso de que você queira potencializar as propriedades curativas da alcachofra, talvez te interesse conhecer diferentes formas de consumi-la naturalmente. Trata-se de receitas simples de preparar. Tome nota dos seguintes pratos.

  • Alcachofras com presunto. Você vai conhecer a forma de preparar esta deliciosa comida, muito fácil de realizar e bastante econômica, que te permitirá nutrir seu organismo e também se beneficiar do poder curativo da alcachofra.
  • Risoto com alcachofras. Uma receita simples e que te levará pouco tempo de preparação. Você desfrutará de um delicioso prato com o qual obterá todas as propriedades medicinai da alcachofra.
  • Alcachofras a la montillana. Uma forma diferente de consumir este delicioso vegetal. Uma receita fácil de preparar, ideal para enfrentar as baixas temperaturas e obter a ajuda medicinal da alcachofra.

Como você prefere consumir a alcachofra?

Gráfico da enquete: Como você prefere consumir a alcachofra?

Em cápsulas

17/1

Em tabletes

6/1

Em comprimidos

8/1

Em drágeas

2/1

Em ampolas

4/2

Ao natural

11/1

Você tem alguma receita especial para compartilhar?




IMPORTANTE: A missão do "Comprimidos, cápsulas, ampolas e drágeas de alcachofra: no que se diferenciam?" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Comprimidos, cápsulas, ampolas e drágeas de alcachofra: no que se diferenciam?"

Comente no Google+