Como recuperar o cabelo com a dieta

Como recuperar o cabelo com a dieta

Frequentemente, a perda do cabelo tem sua origem na alimentação. A dieta é fundamental para que o seu cabelo frágil cresça mais saudável e forte. Cynthia Rodríguez Caballero explica como recuperar o cabelo com a dieta, para que os seus cabelos estejam esplêndidos.

Em alguns casos o enfraquecimento e posterior queda do cabelo pode ser corrigido através da dieta, melhorando de maneira notável seu crescimento e fortaleza.

Se você tem notado mudanças negativas no seu cabelo e se encontra em alguma das situações que expomos a seguir, é muito possível que a solução para o seu problema esteja na dieta:

  • Seguimento de dietas para emagrecer muito restritivas ou desequilibradas: estas costumam causar déficit proteico e/ou de ferro, entre outros nutrientes. A solução está em mudar de dieta escolhendo uma opção mais sensata. A dieta equilibrada hipocalórica é uma das melhores dietas para emagrecer por sua grande densidade de nutrientes. A supervisão de um profissional qualificado é importante.
  • Consumo de medicamentos para a tensão arterial, a gota (ácido úrico), a artrite, a depressão e problemas cardíacos: às vezes estes tratamentos podem afetar negativamente o crescimento do cabelo. Observamos que todos eles estão enfocados em controlar transtornos relacionados diretamente com a alimentação, razão pela qual simplesmente adequando a dieta para corrigir seu problema você poderá abandonar (sempre sob supervisão médica) o tratamento que causou a deterioração do cabelo. Quando estes tratamentos são interrompidos, o cabelo volta a crescer com normalidade.
  • Consumo de antidepressivos: o ômega-3 é um excelente antidepressivo natural, razão pela qual incluir um suplemento de óleo de peixe pode ser uma boa opção para complementar a dieta em casos de depressão e evitar assim os inúmeros efeitos secundários dos antidepressivos terapêuticos.

No caso de que a deterioração do cabelo seja por causas genéticas ou por transtornos de outra natureza (diabetes, problemas de tireoide, lúpus, fungos no couro cabeludo) você deve contar isso ao seu médico para que ele te ponha em contato com o dermatologista ou o endocrinologista, de acordo com o que corresponda. Recorrer a loções, pomadas ou outros tratamentos deste tipo podem frear a queda do cabelo. Nestes casos a dieta adequada para fortalecer o cabelo será simplesmente um complemento para reduzir as perdas ao mínimo.

O que é importante em uma dieta para fortalecer o cabelo?

  • Proteínas: são muito importantes para prevenir a queda de cabelo, mas não devem ser tomadas em excesso nem à base de suplementos, mas sim em quantidades adequadas e através de alimentos naturais. Se escolhermos como segundo prato uma ração de carne, peixe ou ovo nas refeições principais e complementarmos isso com presunto magro e uns dois lácteos nesse meio tempo, estaremos garantindo uma contribuição adequado de proteína.
  • Ácido fólico ou vitamina B6 e biotina: sua associação participa nos processos metabólicos das células de multiplicação rápida como são as do cabelo. O ácido fólico aparece em alimentos como a soja, legumes, acelga e espinafre, repolho, ervilhas, vagem, etc. A biotina está presente no ovo e nos cereais, além disso o nosso corpo pode fabricá-la.
  • Outras vitaminas hidrossolúveis: A vitamina B6 (lentilha, linguado, bacalhau, feijão, grão-de-bico, frango e atum, entre outros), a vitamina B12 (no fígado, patês, atum, bacalhau, carne magra de porco, etc) e a vitamina C, implicada na formação de colágeno e presente principalmente nas frutas e verduras. Evitar café, álcool e tabaco é importante para manter os níveis de vitamina C.
  • Vitaminas lipossolúveis: a vitamina A e a vitamina E são também importantes para o adequado crescimento do cabelo. A primeira abunda nas frutas e hortaliças coloridas como a cenoura, o tomate e a abóbora, enquanto a segunda é mais frequente nos óleos vegetais, frutos secos e abacate.
  • Ferro: incluir alimentos ricos em ferro de fácil absorção como a morcela, mariscos em concha, carne magra, presunto ibérico, peixes e patês junto a alimentos ricos em ferro de origem vegetal como cereais, legumes e algumas verduras e hortaliças é suficiente.
  • Outros minerais: o magnésio, o cobre, o zinco, o selênio e o silício são importantes para o crescimento do cabelo mas sua carência é pouco comum. Estão presentes em diferentes concentrações nos alimentos citados ao longo do artigo.

A conclusão é mais simples do que parece, para que seu cabelo fique mais forte e saudável você deve escolher uma dieta equilibrada e variada, que combine um primeiro prato à base de hidratos de carbono (pasta e arroz, batata, legume e verduras) e um segundo prato à base de proteína (carne, peixe e marisco e ovo), e que o complemente com alimentos como cereais ou pães integrais, lácteos desnatados e abundantes frutas frescas.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Como recuperar o cabelo com a dieta"

Comente no Google+