Psyllium para a prisão de ventre

A plantagem, um laxante muito eficaz

Embora o psyllium não seja muito conhecido, sua eficácia na hora de tratar problemas de prisão de ventre costuma ser absolutamente única. É por isso que você pode usá-lo se está sofrendo com este problema. Mas antes se informe neste artigo.

Se alguma vez você escutou falar do psyllium, também conhecido como plantagem ou tanchagem, certamente saberá que se trata de uma erva, a qual costuma ser usada muito frequentemente para tratar problemas relacionados com a prisão de ventre. É que, provavelmente, as cascas e as sementes desta planta sejam uma das melhores ferramentas naturais das que se dispõe para aqueles que têm trânsito lento.

O psyllium tem uma eficácia realmente única na hora de lutar contra a prisão de ventre. Tanto é assim que suas propriedades não passaram desapercebidas para a indústria farmacológica, que elabora medicamentos que o levam como ingrediente. Muito melhor é usar estas sementess diretamente da planta, totalmente natural, mas sempre levando em conta várias coisas, que você poderá conhecer lendo este artigo.

Que propriedades me oferece o psyllium para a constipação?

Tudo radica nas sementes (e, sobretudo, na casca destas) do psyllium. Estas são muito ricas em fibra. Ao entrar em contato com a água, aumentam consideravelmente seu volume, gerando assim fezes muito mais moles e fáceis de evacuar. Por sua vez, o psyllium também ajuda a aumentar o movimento intestinal. Por conseguinte, termina sendo um aliado perfeito na hora de lutar contra a prisão de ventre.

Como posso usá-lo contra a prisão de ventre?

Para consumi-las, você só tem que tomar meia colher (de sopa), umas 5 gramas de sementes e/ou cascas com um copo d’água. É fundamental isso, acompanhá-lo sempre com água, para que realize melhor seu trabalho e para que não te faça mal. Se você não tem vontade de seguir um tratamento caseiro, simplesmente busque algum medicamento laxante que o contenha e assim poderá usá-lo, assim como também em comprimidos e outras apresentações.

Tem contra-indicações?

Sim. Ao ter o psyllium um potencial digestivo bastante forte, somado à sua ação laxante, se exceder com ele pode derivar em diarreias e outros problemas gástricos. Por conseguinte, sempre é aconselhável não se exceder no seu consumo, e também lembrar, muito importante, que se deve tomá-lo sempre acompanhado de água.

Onde posso consegui-lo?

Ispagula, llanten

Experimente em algum ervanário, loja naturista ou também em alguma farmácia que comercialize produtos naturais. Você também pode consegui-lo em comprimidos, inclusive talvez em alguma farmácia convencional.


IMPORTANTE: A missão do "Psyllium para a prisão de ventre" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

1 comentário no "Psyllium para a prisão de ventre"

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia
¡Carregando comentários!

Maria ssunção de faria ...

Tenho prisão de ventre e por consequencia,hemorroidas, necessito de algo natural para facilitar o funcionamento do meu intestino .

2

17 de Dez, 2014 - 15:45:54

Escreva seu comentário sobre "Psyllium para a prisão de ventre"

Comente no Google+