A cafeína reduziria o risco de sofrer de fígado gorduroso

Metaboliza as gorduras do fígado e as elimina do corpo

São muitos os benefícios terapêuticos da cafeína e ao que parece existe mais um. De acordo com uma recente investigação, a cafeína reduziria o risco de sofrer de fígado gorduroso graças a que esta metabolizaria as gorduras e as eliminaria do corpo.

Recentemente a revista especializada Hepatology publicou um estudo, no qual se informa que a cafeína obtida de certas plantas como o café ou o chá reduziriam a probabilidade de sofrer de fígado gorduroso não alcoólico.

Ao que parece, segundo os doutores Paul Yen e Rohit Sinha, que participaram desta investigação, a cafeína aumentaria a metabolização dos lipídios no fígado, reduzindo sua concentração neste órgão e os eliminando dele.

Segundo seus conceitos, a ingestão de quatro xícaras de café ou chá por dia seriam suficientes para obter estes resultados benéficos, que além de tratar o fígado gorduroso o evitariam.

É importante esclarecer que este estudo foi realizado com ratos e não com seres humanos. Da mesma forma, consideram que os resultados são muito animadores para o tratamento e a prevenção do fígado gorduroso, doença que nas últimas décadas cresceu de maneira notável por causa dos maus hábitos alimentares.

Atualmente, o fígado gorduroso está intimamente relacionado com outras doenças como a obesidade e o diabetes. Acredita-se que 70% das pessoas diagnosticadas com estas doenças sofrem de fígado gorduroso não alcoólico.

A dieta é fundamental para o tratamento do fígado gorduroso, por isso incorporar substâncias naturais e orgânicas que ajudem a tratar e prevenir esta doença, como por exemplo a cafeína, pode ser de grande utilidade.

A cafeína é um estimulante natural que tem diversas propriedades medicinais ou terapêuticas. Pode-se utilizá-tanto para perder peso como para reduzir a fadiga mental.

Tenha em mente que a cafeína não apenas é encontrada no café e nas diversas variedades de chás derivados da planta Camelia Sinesis, mas também em outras plantas como por exemplo o guaraná, o yoco ou huarimoyo e a genipa americana, entre outras.

Do mesmo jeito, antes de aproveitar as novas propriedades da cafeína, consulte seu médico, especialmente se você sofre de hipertensão arterial ou algum tipo de problema cardiovascular.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "A cafeína reduziria o risco de sofrer de fígado gorduroso"

Comente no Google+