Como decidir quando é tempo de mudar?

É hora de desistir?

Independentemente de quem você seja e ao que você se dedica, haverá momentos na sua vida nos quais sinta que algo não vai bem, que o que você faz não te leva a nenhum lugar e você se pergunta se está perdendo tempo e deveria desistir. Já te aconteceu alguma vez?

Ou talvez você tenha claríssimo que é hora de mudar, de algo novo, mas tem medo. Medo de se arrepender, de gastar mal todo o tempo, dinheiro e formação que investiu até agora. Do que vão pensar outras pessoas, do sentimento de fracasso por desistir, de acabar pior que antes…

Que maravilhoso seria saber quando temos que desistir e quando vale a pena seguir adiante, não é? Ou melhor, se você decide desistir, poder fazê-lo com segurança e confiança.

Eu não vou te dizer se você deve desistir ou não, você é a única que pode tomar esta decisão porque ninguém te conhece melhor que você mesma. Entretanto, quero sim compartilhar com você o que aprendi sobre o assunto, tanto através de livros como pela minha própria experiência. De fato, eu te recomendo o livro “O abismo” (The Dip), de Seth Godin, que trata sobre este assunto e do qual tirei lições muito valiosas. Isto é o que aprendi:

  • Que você tenha investido tempo e esforço em algo não faz que esse algo continue valendo a pena, nem que a sua perseverança e esforço sejam produtivos. É suficiente recompensa ter desfrutado durante todo o tempo investido.
  • Abandonar não significa fracassar, e de fato pode ser uma forma de evitar o fracasso. Então considere-a uma opção (palavras de Seth).
  • Que você tenha cometido erros no passado não quer dizer que não possa tomar uma boa decisão agora.
  • Se você deixa que o medo, o orgulho e as expectativas de outras pessoas (por mais importantes que sejam para você) interfiram no seu caminho, em 2, 5 ou 10 anos estará exatamente igual que agora.
  • Aguentar uma situação que não gosta por medo de desistir te fará sentir desgraçada e desmotivada. Nestes casos, desistir vai te liberar para poder triunfar em outros campos.
  • Abandonar uma tática que não funciona não significa abandonar sua estratégia a longo prazo ou sua trajetória profissional.
  • Desistir quando sua situação for desesperante não é uma boa ideia. Decida o momento de abandonar antes de começar. Como diz o conhecido refrão chinês: “Se você deve jogar, decida três coisas antes de começar: as regras do jogo, o que está em jogo, e o momento de desistir.”

Sei que desistir é muito difícil, muito, mas também sei que se pode superar e que é um bom sinal se você se sente liberada quando o faz. E quero terminar com umas breves palavras sobre o contrário, perseverar, aguentar durante os momentos duros, e vou usar uma grande frase de “O abismo”:

“Nunca abandone algo que tenha um bom potencial a longo prazo só porque não aguenta o estresse do momento.”

Em momentos de dúvida e indecisão, pergunte-se se a sua persistência valerá a pena a longo prazo, e se, já que você vai a abandonar de qualquer forma, há algo drástico que possa fazer que mude a situação”. Há circunstâncias nas quais nem aguentar, nem trabalhar duro vão mudar nada; e há outras circunstâncias nas quais perseverar e fazer tudo o que for necessário tem a sua recompensa. Então, pense: em que situação você está? E o que vai fazer a respeito?


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Como decidir quando é tempo de mudar?"

Comente no Google+