Alergia ao frio ou urticária ao frio: o que é e que tratamento fazer

Tudo o que você tem que saber sobre a urticária

A alergia ao frio é uma reação da pele que se produz diante de estímulos frios, seja ao vento, água fria ou um cubo de gelo. Saiba como reconhecê-la e tratá-la com remédios caseiros.

Você chegou aqui se perguntando o que é urticária e encontrará tudo sobre esta patologia, como distingui-la e tratá-la. Também é conhecida como alergia ao frio, seu nome já vai te dando uma pista do que significa mas hoje você a conhecerá a fundo.

O que é urticária

A alergia ao frio ou urticária ao frio é uma reação cutânea que algumas pessoas sofrem nas épocas de inverno ou quando entram em contato com algo em baixas temperaturas. A urticária ao frio costuma se manifestar quando você se expõe a ventos, água fria ou qualquer objeto frio ou sorvete. Os sintomas de urticária são vários, mas o mais imediato é a coceira, inchaço e vermelhidão da região afetada (geralmente são as mãos, lábios e rosto).

Sintomas de alergia ao frio

A alergia ao frio tem poucos sintomas e alguns são muito similares a outras alergias, razão pela qual determinar o momento em que os sintomas aparecem é importante para conhecer que alergia você sofre. Os principais sintomas de alergia ao frio são:

  • Surgimento de manchas roxas. As áreas do seu corpo que entram em contato com o frio ficam avermelhadas e inchadas, você pode sentir coceira e notará a aparição de manchas roxas de alergia. Esta reação é imediata ao contato com o frio e pode durar entre 30 minutos e 2 horas ou até que seu corpo recupere o calor novamente.
  • Mal-estar geral. Em alguns casos extremos você pode chegar a se sentir muito mal, levantar temperatura, sentir uma forte dor de cabeça e dificuldade para respirar.

Geralmente os sintomas de alergia ao frio começam a se produzir durante a idade adulta, a urticária em crianças é muito pouco comum. Estes surtos alérgicos costumam ocorrer esporadicamente, um ano você pode manifestá-los e em outros não.

Os primeiros sintomas de urticária ocorrem em situações cotidianas como ir recolher um cubinho de gelo. Se você sente uma coceira fora do comum ou sua mão se incha, consulte um médico especialista em alergias para prevenir que o problema prospere.

Entretanto a hipersensibilidade ao frio não é algo que deva te preocupar, não é muito comum e se você chega a sofrê-la há um tratamento pensado para você. Há outras alergias mais comuns como a alergia ao pó, a alguns alimentos, a medicamentos e às picadas de insetos que talvez você tenha sofrido alguma vez.

Tratamento para urticária

Quando a alergia é leve não há nada melhor do que esperar que a pele esquente novamente, você pode usar qualquer fonte de calor ou um abrigo para se estabilizar.

O melhor tratamento é a prevenção, se você teve um surto evite alimentos e bebidas frias; se faz frio procure sair bem coberto, com gorro de lã e luvas, tentando cobrir toda a pele que puder. Se a sua sensibilidade ao frio te produz sintomas como febre ou outros visite um alergologista que possivelmente te prescreverá anti-histamínicos.

Remédios caseiros para a urticária ao frio

Não há muitos remédios caseiros para tratar a alergia ao frio já que geralmente vai embora sozinha, mas pode sim se aproximar a uma fonte de calor, tomar uma bebida morna ou se cobrir para reduzir os sintomas. Também há algumas plantas e ervas que te ajudarão a acelerar o processo com suas propriedades medicinais.

Remédio de chá de rooibos

Não há nada melhor do que um anti-histamínico natural para acalmar os sintomas da alergia ao frio. O chá de rooibos é uma opção natural (e deliciosa) para acalmar a alergia ao frio. Isto é graças ao seu conteúdo de bioflavonoides que aliviam o comichão, além de reduzir a inflamação.

Além disso você deve tomá-lo quando estiver morno, razão pela qual te ajuda a elevar a temperatura corporal, você também pode aplicá-lo em compressas sobre a área com manchas roxas.

Preparar este remédio de chá de rooibos é muito simples.

Ingredientes

  • Meia colher ou um saquinho de chá de rooibos
  • Uma ou duas xícaras d’água
  • Opcional se você for aplicar sobre a pele: alecrim, menta e lavanda.

Preparação

Esquente a água e justo antes de que ferva acrescente o chá e todas as ervas. Se você só vai preparar meia colher de rooibos sem ervas use uma só xícara de água, se você for acrescentar tudo, use duas.
Deixe que repouse 5 minutos, coe e beba ou aplique em compressas sobre as áreas afetadas.

O alecrim, a menta e a lavanda agem como calmantes e ajudam a reduzir a coceira e a inflamação.

Remédio de aloe vera

A aloe vera é um anti-inflamatório e calmante. Vai te ajudar a aliviar a coceira e reduzirá as bolhas rapidamente. Prove-a neste simples remédio caseiro.

Ingredientes

Preparação

Retire a polpa das pencas de aloe vera, dependendo da pele afetada dependerá a quantidade que precisar. Se for só nos lábios, com menos de uma colherinha estará bom. Dilua com um pouco de água e se quiser incorpore um pouco de vitamina E, para aproveitar todas as suas propriedades para a pele.

Alergia à mudança de clima

A doença do frio não é a única relacionada à temperatura do ambiente, a rinite alérgica pode ser a reação do seu organismo diante das mudanças de temperatura. Embora esta patologia possa ocorrer por outras razões, é muito comum em casos de alergia às mudanças de temperatura e estação.

Geralmente ocorre durante a primavera, estação na qual o vento faz voar o pólen e as esporas de fungos, fazendo-as chegar às suas fossas nasais. A umidade, as geadas e as chuvas também podem te prejudicar se você sofre deste tipo de alergias.

Entre os sintomas mais comuns está a coceira no nariz e olhos, espirros, lacrimejo e incomodidade nos ouvidos e garganta. É muito comum em pessoas que trabalham em lugares com ar condicionado muito frio ou com a calefação muito quente. Esta alergia é mais comum que a urticária pelo frio.

Outras alergias comuns

Embora a alergia ao frio seja uma das mais estranhas como a alergia ao sol, há outras que são muito comuns e talvez você mesmo sofra, como a alergia à lactose e ao pó. Cada uma tem seus segredos, tratamento e remédios caseiros.

  • Alergia à lactose. Se você sofre deste problema, significa que seu corpo percebe a lactose como um invasor, não é a mesma coisa que a intolerância à lactose, em que as proteínas do leite não podem ser digeridas. Esta alergia pode produzir reações cutâneas, problemas digestivos e respiratórios. Você deve evitar os lácteos e optar por opções alternativas vegetais.
  • Alergia ao sol. Embora não seja muito comum, a alergia ao sol é um problema bastante complicado que produz manchas vermelhas dolorosas na pele. Você pode usar cremes para preveni-la ou tratá-la.
  • Alergia ao pó. É muito comum e produz coceira no nariz, tosse, espirros e em alguns casos urticária. A melhor solução é eliminar o pó, embora você também possa tomar anti-histamínicos ou experimentar alternativas naturais.

O que é melhor para tratar a alergia ao frio?

Aloe vera

4/1

Rooibos

1/1

Outros remédios naturais

2/1

Os medicamentos

2/0

O que você usa para combatê-la?




IMPORTANTE: A missão do "Alergia ao frio ou urticária ao frio: o que é e que tratamento fazer" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Alergia ao frio ou urticária ao frio: o que é e que tratamento fazer"

Comente no Google+