O que é o lúpus e como se manifesta: sintomas e tratamento

Tratamento para o lúpus

Você recebeu o diagnóstico de lúpus e tem pouco conhecimento do que se trata? Não se preocupe! Porque neste artigo você vai conhecer como se manifesta, os tipos de lúpus que existem e que tratamentos podem te ajudar. Não deixe de ler!

O que é o lúpus

O lúpus é uma doença inflamatória de origen autoimune, pela qual seu sistema imunológico ataca seus próprios tecidos e órgãos, produzindo todo tipo de alterações no seu normal funcionamento. Os danos produzidos pela inflamação do lúpus podem comprometer várias partes do seu corpo, especialmente: as articulações, a pele, os rins, o cérebro, o coração e os pulmões.

Segundo as estatísticas, o lúpus afeta principalmente o sexo feminino, principalmente na idade fértil: dos 20 até os 40 anos, aproximadamente. Embora também se tenham constatado muitos casos em crianças e idosos. O lúpus se manifesta basicamente de duas formas diferentes, quais são? Descubra nos seguintes parágrafos.

Tipos de lúpus

Embora o lúpus seja uma doença que tem uma ampla gama de sintomas e manifestações, os cientistas foram capazes de identificar dois tipos de lúpus diferentes.

Lúpus eritematoso sistêmico

É o tipo de lúpus mais comum, que a maioria das pessoas a quem se detecta lúpus sofre, como talvez seja o seu caso. De qualquer forma, o lúpus eritematoso sistêmico pode te afetar num grau leve ou severo e se caracteriza pela formação de manchas vermelhas com bordas bem definidas sobre sua pele.

Este tipo de lúpus pode te provocar os seguintes problemas de saúde:

  • Inflamação dos rins.
  • Aumento da pressão arterial nos pulmões.
  • Inflamação do músculo cardíaco.
  • Endurecimento das artérias.
  • Inflamação do sistema nervoso.
  • Inflamação dos vasos sanguíneos do cérebro.

Lúpus cutâneo

Este tipo de lúpus se limita só à pele, podendo te provocar todo tipo de erupções, chagas e feridas na pele. Neste caso, a erupção é voluminosa, uma espécie de ampola, de cor avermelhada e forma circular. Mas tem a particularidade de que não te causará coceira. Você pode sofrê-la nas bochechas, se estendendo para o nariz, formando uma curiosa forma, similar à de uma borboleta com asas abertas. Também o lúpus cutâneo pode te provocar:

  • Perda do cabelo.
  • Mudanças na pigmentação da pele.
  • Inflamação nas articulações.
  • Inflamação dos tendões.

Mas te interessa conhecer como o lúpus começa a se manifestar? Tome nota da seguinte lista.

Sintomas do lúpus

A parte boa de saber identificar os primeiros sintomas do lúpus é que, segundo a experiência de diferentes médicos, estes podem se manifestar de forma mais suave, te causando menos problemas de saúde. Estes sintomas podem aparecer de forma repentina ou então se desenvolver ao longo de certo tempo. Também têm a particularidade de sofrê-los por épocas ou de forma permanente. Os sinais de lúpus mais comuns são:

  • Sintomas musculares. Dor, rigidez e inflamação nas articulações.
  • Sintomas dermatológicos. Inflamação, vermelhidão e formação de erupções na pele do rosto, das bochechas e do nariz, que têm a particularidade de piorar com o sol.
  • Sintomas cardiopulmonares. Dor no tórax acompanhado de febre, que podem te provocar insuficiência cardiorrespiratória e má circulação, fazendo que seus dedos de mãos e pés fiquem brancos ou azuis quando se expõem ao frio ou quando você está estressad@.
  • Sintomas nos rins. Inflamação nos rins que impede que estes trabalhem corretamente, eliminando toxinas e impurezas do organismo, fazendo que seu sangue fique contaminado. Por esta causa você também pode sofrer inchaço na cara e nas pernas.
  • Sintomas neurológicos. É o sintoma que tem mais formas de se manifestar: transtornos psiquiátricos, dor de cabeça, confusão mental, convulsões, depressão e hiperatividade.
  • Sintomas do aparelho digestivo. São os que se apresentam com menos frequência. Você pode sofrer vômitos, diarreia, pancreatite, alterações hepáticas, peritonite, etc.
  • Sintomas hematológicos. Manifestam-se com o surgimento de anemia e com leucopenia ou queda de glóbulos brancos. Também pode te provocar fadiga, febre e secura nos olhos.

O lúpus tem cura?

Até o momento não existe cura para o lúpus. O que se trata é de aliviar os diferentes sintomas do lúpus, para que você possa ter uma melhor qualidade de vida. Felizmente, nos últimos tempos, o prognóstico do lúpus melhorou consideravelmente, já que a esperança de vida, se você sofre desta doença, é quase a mesma de uma pessoa sadia.

Para isso é recomendável realizar periodicamente check-ups médicos para monitorar o avanço do lúpus no seu organismo. Talvez alguma vez tenha te surgido a dúvida, como para muitas pessoas, se o lúpus se transmite de uma pessoa para outra.

O lúpus é contagioso?

A resposta é negativa, o lúpus não é uma doença contagiosa, pelo menos essa é a evidência científica com a qual hoje em dia se conta. Ao que parece, o lúpus é causado por uma estranha combinação de fatores. As principais causas do lúpus são:

  • Desordem genética. Algumas pessoas podem ter uma maior predisposição hereditária para desenvolver esta doença.
  • Fatores climáticos. Existe evidência de que muitas pessoas que sofrem de lúpus são afetadas consideravelmente pelo sol, que aumenta o grau dos seus sintomas.
  • Fator infeccioso. Existe a dúvida se o lúpus pode ser provocado por algum tipo de infecção, ou como reação a algum medicamento.
  • Desordem hormonal. Especialmente afeta as mulheres, já que se observou que quem consome há anos pílulas anticoncepcionais tem uma maior tendência a sofrer de lúpus.

Mas existe algum tratamento para o lúpus que seja eficaz? Descubra nas seguintes linhas.

Tratamento para o lúpus

Na verdade, como eu te dizia antes, não existe uma cura para o lúpus, mas é possível sim tratar seus sintomas para diminuir a dor e a inflamação, especialmente. Definitivamente, o que se tenta é melhorar sua qualidade de vida, para isso siga estas recomendações.

  • Descanse o suficiente. Embora o normal seja descansar de 6 a 8 horas diárias, se você sofre de lúpus pode ser que precise descansar mais horas, já que com certeza sofre uma fadiga maior. Além do descanso noturno, durma durante o dia se for necessário.
  • Cuide-se do sol. Sempre que for estar ao ar livre, utilize chapéu de aba larga, camisa e calça comprida, óculos de sol e, claro, protetor solar.
  • Realize exercício físico com regularidade. O sedentarismo pode ser muito prejudicial para suas articulações, então o melhor é manter uma atividade física moderada. Além do mais, melhorará sua capacidade pulmonar, melhorará a circulação sanguínea e te ajudará a segregar endorfinas, os hormônios que combatem a depressão e promovem o bem-estar geral do seu corpo.
  • Evite fumar. Fumar aumenta o risco de doença cardiovascular e pode piorar os efeitos do lúpus no coração e nos vasos sanguíneos.
  • Mantenha uma dieta saudável. Uma dieta saudável em frutas, verduras e grãos inteiros. Às vezes é possível que haja restrições na dieta, especialmente se você tem pressão arterial alta, dano renal ou problemas gastrointestinais.
  • Incorpore suplementos alimentares. Um dos melhores é a deidroepiandrosterona ou DHEA. Este hormônio tem a capacidade de diminuir a dose de esteroides necessária para estabilizar alguns sintomas do lúpus. As cápsulas de óleo de peixe são ricas em ácidos graxos ômega 3, dos quais existe evidência que podem ser muito benéficos para tratar a inflamação das articulações e de alguns órgãos. Por último, a vitamina D será de grande ajuda para melhorar a saúde da sua pele.

manchas piel

Remédios naturais para o lúpus

Embora, como eu te comentava antes, o lúpus ainda não tenha cura, existem sim paliativos para aliviar seus sintomas e dessa forma obter uma melhor qualidade de vida. Entre os remédios caseiros para o lúpus mais eficazes você pode encontrar:

  • O chá verde. Você descobrirá como esta curativa bebida, famosa por suas propriedades medicinais, também pode te ajudar a tratar o lúpus, através do aumento das suas defesas.
  • Óleo de linhaça. Você vai conhecer como tirar proveito das propriedades nutritivas e medicinais deste óleo vegetal para aliviar alguns dos sintomas do lúpus.
  • Benefícios do mirtilo. Você descobrirá como estas bagas deliciosas e nutritivas, graças à sua grande capacidade antioxidante podem ser de grande ajuda para aumentar as defesas do seu organismo.

Que tipo de lúpus você sofre?

Gráfico da enquete: Que tipo de lúpus você sofre?

Lúpus eritematoso sistêmico

13/1

Lúpus cutâneo

4/3

De que forma você o trata?




IMPORTANTE: A missão do "O que é o lúpus e como se manifesta: sintomas e tratamento" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O que é o lúpus e como se manifesta: sintomas e tratamento"

Comente no Google+