O lúpulo: um excelente sedante natural para tratar diferentes transtornos nervosos

Um remédio de grande efeito

Cada dia é mais necessário recorrer a alternativas naturais para combater os efeitos negativos que deixam o estresse e as tensões do cotidiano. O lúpulo é uma das plantas medicinais capazes de acalmar e sedar sem causar efeitos secundários. Descubra como pode fazer isso...

O Humulus lupul, como se chama na botânica o lúpulo, é uma planta trepadeira que há muitíssimos anos vem sendo utilizada na medicina natural.

Claramente, ganhou fama e popularidade a partir do momento em que começou a ser utilizada como ingrediente da cerveja. Você sabia, né?

Já no século XIX, começaram a se conhecer suas propriedades como tônico amargo e seu efeito calmante.

Conta a história que o rei da Inglaterra George III sofria de incômodos pesadelos e não conseguia conciliar o sono com facilidade, razão pela qual seus médicos lhe recomendaram colocar folhas de lúpulo nas suas almofadas.

Como age o lúpulo diante do sistema nervoso

Um dos princípios orgânicos que possui o lúpulo, a lupulina, mais especificamente, é a que proporciona em parte seu efeito calmante e sedante.

Esta substância, ao que parece, tem a capacidade de induzir o sono e diminuir a irritação nervosa. Outros princípios ativos que colaboram no efeito sedante do lúpulo são as resinas: humulon e lupulon.

Talvez te interesse saber que em diferentes estudos se comprovou que o lúpulo pode ser de grande ajuda no tratamento de vários problemas de origem nervosa:

  • Irritabilidade excessiva
  • Hipersensibilidade
  • Indução do sono
  • Nervosismo
  • Enxaquecas ocasionadas por tensão nervosa.
  • Ansiedade
  • Espasmos ou rigidez muscular

Quer saber o que diz a ciência a respeito?

Estudos científicos que respaldam seu efeito sedante

Existem várias investigações sobre os benefícios do lúpulo no tratamento de transtornos do sono, que foram publicados pela Comissão Alemã e o Comitê Científico de Especialistas Europeus da Cooperativa Científica Europeia sobre Fitoterapia.

Os dados obtidos sugerem que o mecanismo pelo qual o extrato de lúpulo resulta um remédio eficaz para induzir o sono, através da regulação dos receptores da melatonina.

Também tem uma grande incidência na ativação do aminoácido GABA, que é o encarregado de regular a excitabilidade dos neurônios no cérebro.

Investigação

Num recente estudo realizado paralelamente, entre vários grupos de pessoas, se analisou a capacidade do lúpulo como calmante e sedante diante da valeriana e de um placebo.

A investigação se realizou com 30 pacientes (16 mulheres e 14 homens) que sofriam de insônia. Separou-se o grupo em três subgrupos:

  • O subgrupo 1 consumiu lúpulo.
  • O subgrupo 2 consumiu valeriana.
  • O subgrupo 3 recebeu um placebo.

Os tratamentos se realizaram durante 4 semanas.

Resultados obtidos

O tempo necessário para conciliar o sono se reduziu consideravelmente nos pacientes que consumiram lúpulo. Além disso, foi possível constatar que, caso se misturasse o lúpulo com a valeriana, se potencializava seu efeito sedante.

lupulo

Como você pode consumir o lúpulo

  • Suas folhas frescas nas saladas.
  • As folhas cozidas como verduras.
  • Com os brotos tenros você pode fazer sopas ou panquecas.
  • Em infusões, chá ou decocções.

Gostaria de consumir lúpulo e não sabe como fazê-lo? Tome nota destas receitas…

Remédios caseiros com lúpulo para controlar os nervos

Receita 1: infusão de lúpulo

  • Para preparar uma xícara desta bebida, coloque uma colherinha de flores de lúpulo e verta 200 mililitros de água quente sobre elas. Deixe repousar por 3 minutos.
  • Coe a infusão e beba antes de ir dormir.

Receita 2: decocção

  • Ponha para ferver um litro d’água e adicione uma colher de folhas de lúpulo e outra de raiz de valeriana.
  • Deixe ferver o preparado em fogo lento por 5 minutos.
  • Deixe repousar por outros 5 minutos e se desejar adoce.
  • Beba uma xícara e meia desta bebida antes de ir dormir, será de grande ajuda para relaxar o corpo.

Todas as pessoas podem consumi-lo? Não, existem alguns casos nos quais convém restringir seu consumo.

Contraindicações

  • No caso de você estar grávida ou em período de amamentação.
  • Se sofrer de câncer de mama.
  • Se sofrer de depressão.

Já sabe, quando se sentir nervos@ uma boa xícara de lúpulo pode ser de grande ajuda...

Para que você bebeu infusão de lúpulo?

Gráfico da enquete: Para que você bebeu infusão de lúpulo?

Para a ansiedade

5/1

Para conciliar o sono

6/0

Para acalmar os nervos

6/0

Para diminuir a irritação

3/2

Você recomendaria?




IMPORTANTE: A missão do "O lúpulo: um excelente sedante natural para tratar diferentes transtornos nervosos" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O lúpulo: um excelente sedante natural para tratar diferentes transtornos nervosos"

Comente no Google+