As sementes de uva, boas para o diabetes

A semente da uva ajudaria a reduzir os níveis de glicose e insulina no sangue

Segundo um estudo realizado recentemente na Índia, uma substância presente nas sementes da uva teria o mesmo efeito que a metmorfina na hora de combater o diabetes tipo 2. Saiba neste artigo.

Cada dia são mais os elementos naturais que se destacam por suas propriedades. Agora, à cada vez mais extensa lista teríamos que somar as sementes da uva, que teriam um interessante efeito na hora de combater o diabetes tipo 2.

Um estudo publicado recentemente pelo Journal of Cell Communication and Signaling e realizado pela Universidade de Annamalai (Índia) determinou que o extrato de uma substância que se encontra nas sementes das uvas poderia ser tão eficaz para regular níveis de glicose e insulina no sangue como a metmorfina, um dos medicamentos líderes na indústria farmacológica contra o diabetes.

Seguindo o estudo (realizado em roedores, questão não menos importante), foi administrada aos ratos estudados uma dieta rica em gorduras e em frutose. Para paliá-la, se testou com a metmorfina (um popular medicamento antidiabetes) e também com um extrato de proantocianidinas (antioxidantes do tipo dos polifenóis), procedentes das sementes da uva.

O resultado foi que as duas substâncias ajudavam tanto a reduzir os níveis de glicose como de insulina no sangue. De qualquer forma, existe uma diferença entre um elemento natural (que também se encontra, por exemplo, na canela) e um sintético como a metmorfina.

O estudo, a princípio, poderia ser muito benéfico de cara para o futuro, já que dali se poderiam implementar novos elementos para combater o diabetes de forma natural. De qualquer forma, o principal obstáculo estaria dado pela Foods and Drugs Administration (FDA), que não permite o uso de elementos naturais como tratamento deste tipo de problemas.

Para isso, primeiro se teria que submeter estes elementos a uma investigação que custariam uma fortuna, para que logo sejam finalmente aprovados pela FDA. No momento, não há proponentes à vista. Porém, quem sabe em um futuro não muito distante. Muito mais se tratando de um elemento que poderia ser tão benéfico para um problema crônico como o diabetes tipo 2.

De qualquer forma, o estudo revela algo muito mais importante: com uma alimentação saudável e equilibrada, baixa em gorduras e níveis de açúcar, se pode controlar o diabetes mais facilmente. É que os roedores expostos levavam uma dieta rica em lipídios e glicose. Então, nada melhor para a prevenção do que a alimentação.


1 comentário no "As sementes de uva, boas para o diabetes"

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia
¡Carregando comentários!

simao ...

Quero ter a informação sobre com preparar as sementes da uva

0

25 de Dez, 2014 - 15:41:10

Escreva seu comentário sobre "As sementes de uva, boas para o diabetes"

Comente no Google+