Sintomas de uma queda de açúcar (hipoglicemia) em pessoas com e sem diabetes

Como saber se você sofre uma queda de açúcar

Embora a glicose no sangue baixa seja um problema comum em diabéticos, mesmo que você não sofra desta doença, também pode ter níveis baixos de açúcar no sangue. Saiba como detectá-lo e que tratamento deve levar adiante.

Quando os níveis de açúcar baixam, é importante encontrar a causa para tratar de controlá-la, em alguns casos são medicamentos, em outros problemas de saúde como tumores ou insuficiência hepática. Saiba por que você tem a glicose no sangue baixa e como tratar este problema.

O que é a hipoglicemia e a que se deve

A hipoglicemia ocorre quando você tem níveis baixos de glicose ou açúcar no sangue. Esta é necessária para que seu corpo tenha a energia que precisa para que você possa realizar suas atividades diárias. Os níveis de açúcar depois de comer aumentam, o sangue absorve a glicose, se você ingerir açúcar demais se armazena no seu fígado e músculos. Nos momentos em que o açúcar começa a baixar, o fígado é avisado por um hormônio para que libere a glicose armazenada.

Todo este processo dá como resultado o aumento dos níveis de açúcar no sangue, no entanto há pessoas que não podem alcançar níveis normais de açúcar no sangue (menos de 70 mg/dl). Mas… quais são as causas da glicose no sangue baixa?

Causas de hipoglicemia no diabetes

A hipoglicemia em diabéticos é muito comum como um efeito secundário dos remédios prescritos como a insulina ou um sintoma do seu uso excessivo. Nem todas as pessoas reagem igual aos medicamentos e também não são todas que estão relacionadas com a glicose baixa, os comprimidos que produzem este problema são as sulfonilureias e meglitinidas. Outra das causas de hipoglicemia em diabéticos pode ser a prática de exercícios de forma excessiva combinados com a insulina ou pular as refeições. Se você é diabético e sofre uma queda de açúcar com regularidade, consulte seu médico para mudar seu tratamento.

Causas de hipoglicemia sem diabetes

Se você não sofre de diabetes, também pode ter níveis baixos de açúcar no sangue, estes podem se dever ao consumo excessivo de álcool; um tumor no pâncreas chamado insulinoma, deficiência de certos hormônios como o do crescimento, cortisol ou tireoidiano; insuficiências hepática, renal ou cardíaca; cirurgias para baixar de peso (neste caso os sintomas podem acontecer a partir dos 5 anos da cirurgia); uso de medicamentos para o coração ou antibióticos.

Sintomas da queda de açúcar ou hipoglicemia

Os sintomas da hipoglicemia se dividem em dois tipos: leve a moderada e severa, é importante diagnosticar a doença na primeira etapa para revertê-la facilmente com um tratamento para a hipoglicemia. Geralmente os sintomas de açúcar baixo em pessoas sem diabetes são os mesmos que em diabéticos. Estes são os sinais e sintomas de hipoglicemia mais comuns e aos quais você deve prestar muita atenção.

Em casos excepcionais a hipoglicemia pode ser assintomática, razão pela qual é primordial a prevenção, tomando os medicamentos sem excessos, mudando a medicação em caso de ser necessário, mantendo um plano de alimentação com a correta quantidade de carboidratos, praticando exercícios físicos seguros, sem se exceder na exigência e sempre trabalhando mão a mão com seu médico de cabeceira.

Leve a moderada

  • Tremores. Acompanhados de sensação de nervosismo, irritabilidade e sudorese são uns dos primeiros sintomas de açúcar baixo em diabéticos e não diabéticos.
  • Dor de cabeça. Junto com dor de cabeça, cansaço, tonturas, torpor e confusão são outros sintomas quando o açúcar baixa.
  • Palidez. A mudança de cor da sua pele por uma mais clara, geralmente acompanhada de fraqueza, também são signos de níveis baixos de açúcar.
  • Mudanças de comportamento. O mau humor, provocação de discussões e brigas, problemas para se concentrar e problemas para coordenar também costumam ser comuns quando a hipoglicemia começa a progredir.
  • Ritmo cardíaco irregular. Os níveis baixos de açúcar provocam malfunções em todo o seu organismo, o coração pode sofrer de ritmo cardíaco irregular ou rápido.
  • Problemas de sono. Ter pesadelos recorrentes, chorar, transpirar em excesso e se sentir cansado e irritável depois de um bom descanso também podem ser sintomas de açúcar baixo no sangue.

Severa

  • Incapacidade de comer. Beber e comer pode ser uma tarefa impossível quando a hipoglicemia se torna grave.
  • Convulsões. Ataques, convulsões e movimentos espasmódicos são sintomas de uma hipoglicemia severa.
  • Perda de conhecimento. Nos casos mais graves, o açúcar no sangue baixo pode provocar desmaios e nos piores casos estado de coma e a morte.

O que fazer quando o açúcar baixa

Você já conhece os sintomas de uma queda de açúcar em pessoas não diabéticas e diabéticas, mas o que você deve fazer quando tem açúcar baixo no sangue?

  • Organize suas refeições. Visite um nutricionista para organizar um plano de alimentação com refeições a cada três horas e inclua variedade de alimentos, proteína, grãos integrais, vegetais e frutas. Limite o consumo de alimentos com alto conteúdo de açúcar.
  • 15 gramas de hidratos de carbono. Existem comprimidos e tubos de gel de glicose mas você também pode tomar meia xícara de sumo de frutas, meia lata de uma bebida carbonatada, uma colher de mel ou qualquer adoçante natural, duas colheres de uvas passas. Se em 15 minutos seu nível de glicose no sangue não se regula, repita. Se você sofre de doenças nos rins, evite o sumo de laranja, pode escolher o de uva, maçã ou mirtilo.
  • Injeção de glucagon. Se você é diabético e sofre de hipoglicemia severa será necessária uma injeção, pode ser aplicada por qualquer pessoa que saiba como fazê-lo. Se você desmaiou, irá se recuperar em uns 15 minutos ou menos e pode sofrer vômitos e náuseas.

Tudo sobre o diabetes

Se há pouco tempo você conheceu seu diagnóstico de diabetes, é hora de se informar muito bem para saber o que pode fazer e o que não para levar da melhor forma possível esta doença.

  • O que é o diabetes. É uma doença que se caracteriza pela falta ou diminuição da secreção de insulina pelo pâncreas. Há dois tipos de diabetes: 1 e 2, cada um tem diferentes causas.
  • Fatores de risco. Os antecedentes familiares, sofrer de síndrome policística ou de acantose nigricans geram mais chances de desenvolver diabetes.
  • Biodecodificação para tratá-lo. Junto com o tratamento tradicional para o diabetes sempre é bom acompanhar com terapias alternativas que te ajudarão a levar muito melhor esta síndrome.

Você sofre de hipoglicemia?

Sim

Não

1/0

Às vezes

1/0

Como você a combate?




IMPORTANTE: A missão do "Sintomas de uma queda de açúcar (hipoglicemia) em pessoas com e sem diabetes" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Sintomas de uma queda de açúcar (hipoglicemia) em pessoas com e sem diabetes"

Comente no Google+