Causas do pé diabético

Fatores para o surgimento de úlceras no pé diabético

O pé diabético é uma das complicações mais comuns no diabetes. A presença de úlceras que derivam no surgimento do pé diabético se deve a uma série de causas, que devem ser consideradas para prevenir complicações. Conheça os fatores que determinam o surgimento do pé diabético.

As úlceras no pé diabético são chagas ou feridas que se produzem nos pés. Esta situação afeta milhões de pessoas que sofrem de diabetes no mundo todo.

Estas úlceras podem ser tão sérias que, às vezes, é necessária inclusive a amputação do membro. Mas em geral levando em conta diversas medidas preventivas, é possível evitar o surgimento destas chagas ou úlceras.

Mas para tomar medidas preventivas é necessário saber quais são as causas da presença de úlceras no pé diabético.

Fatores fisiológicos que determinam o surgimento do pé diabético

  • Neuropatia periférica diabética
    • Afeta os nervos sensitivos dos membros inferiores, a qual pode se agravar na medida em que se prolonga o diabetes e se produzem hiperglicemias reiteradas.
    • O começo é gradual e de progressão lenta, por isso é difícil para o diabético perceber que este tipo de complicações está se instalando.
    • Pode começar só com cãibras.
    • Perde-se sensibilidade, vai desaparecendo a sensação de dor.
    • Pode ocorrer a destruição de músculo e tecido.
  • Obstrução periférica vascular
    • A causa mais comum que produz a obstrução periférica vascular é a aterosclerose gerada na artéria ilíaca, femoral e poplítea.
    • O sintoma mais característico é a dor muscular permanente durante o exercício, o qual se alivia durante o repouso, esta situação é chamada de claudicação intermitente. A panturrilha e o pé são os mais afetados.

Levando em conta estes fatores que determinam o surgimento do pé diabético, se pode colocar em prática uma série de medidas que ajudem a prevenir o surgimento destas complicações, entre as quais é possível incluir:

  • Levar adiante uma dieta rica em fibra e baixa em gorduras saturadas e trans, as quais são as causadoras principais da aparição de ateromas que obstruem as artérias.
  • Controlar a glicemia.
  • Evitar os açúcares simples.
  • Realizar atividade física adequada para cada pessoa.
  • Consultar periodicamente o médico.

IMPORTANTE: A missão do "Causas do pé diabético" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Causas do pé diabético"

Comente no Google+