Uso das especiarias: o tomilho

Ele não serve só para dar aroma

As especiarias são mais do que apenas um elemento que dá aroma na cozinha. as ervas fazem das comidas pratos mais atraentes, deliciosos e digestivos. Cientistas alemães revelam o surpreendente segredo do tomilho...

As especiarias não só nos aportam aromas e enriquecem os nossos alimentos, mas também podem ajudar o organismo contra certos problemas, como é o caso, por exemplo, do tomilho.

Desde tempos ancestrais, é bem sabido que a sálvia, a canela e o tomilho, entre as muitas especiarias e ervas que existem à nossa disposição, influem diretamente nos processos do organismo. Segundo uma investigação levada a cabo por cientistas alemães, o tomilho resulta eficaz não só para os males relacionados com os brônquios mas também contra os problemas digestivos, como parece demonstrar um recente estudo de profissionais desse país europeu.

Os estudiosos apontam que os receptores para o timol e o eugenol, substâncias aromáticas presentes no tomilho e no cravo-da-Índia, não só se encontram no nariz dos humanos, mas também nas chamadas “células sensoriais” da mucosa do seu aparelho digestório. Nos seus experimentos, os cientistas estimularam as células sensoriais do estômago com diferentes especiarias e observaram uma elevação da concentração intercelular de cálcio que além disso aumentou a produção de serotonina, substância que atua como agente transmissor. A serotonina, por sua vez, teve um papel condutor nas contrações do aparelho digestório e na produção de ácidos gástricos, o que abre as perspectivas para novos tratamentos dos problemas digestivos (como é o caso por exemplo da prisão de ventre, da diarreia, das inflamações intestinais, etc).

O tomilho é uma planta de talo e ramos lenhosos que alcança uns 50 centímetros de altura, e são suas pequenas folhas, as flores e as pontas que possuem essas qualidades aromáticas e benéficas para o organismo. Na cozinha, o tomilho costuma ser usado para curtir carnes, sopas e refogados.

Na cozinha jordana recomendam colocar nos refogados no começo para que seus óleos impregnem melhor as carnes, enquanto os britânicos costumam mastigar umas folhinhas de tomilho para “tranquilizar o estômago”.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Uso das especiarias: o tomilho"

Comente no Google+