O salmão, um remédio natural para combater os cistos ovarianos

Um alimento ideal para a saúde da mulher

Você sofre de cistos nos ovários? O salmão pode te ajudar a tratá-los de forma natural. Este alimento reconhecido por seu grande valor nutricional, graças ao seu alto conteúdo de ácidos ômega 3, regulariza a atividade hormonal feminina. Saiba como pode fazer isso lendo este artigo.

É um transtorno que afeta o sistema endócrino feminino de 1 de cada 15 mulheres, que tem como principal característica a anovulação, em outras palavras os ovários da mulher não liberam óvulos, com o qual não se produz o período menstrual. Além disso, em muitos casos esta anomalia hormonal afeta a fertilidade. Sabia?

Outras consequências deste desequilíbrio orgânico são:

  • Desenvolvimento de acne
  • Crescimento excessivo de pêlo corporal
  • Resistência à insulina, o que pode conduzir facilmente ao diabetes tipo 2
  • Aumento de peso
  • Doenças cardiovasculares

Segundo afirmam os especialistas em endocrinologia, não existe um tratamento convencional que cure definitivamente este transtorno. No entanto, chegou-se à conclusão de que uma dieta balanceada pode ter um efeito saudável na regulação dos níveles hormonais. Um dos melhores remédios naturais para a síndrome de ovário policístico é o salmão.

Te interessa conhecer como pode te ajudar? Confira a seguinte lista.

Benefícios do salmão para os cistos de ovários

  • Regula o período menstrual. Os altos níveis de ácidos graxos ômega 3 presentes no salmão são a causa principal de que seja considerado um grande remédio natural para tratar este problema. Segundo dados obtidos em várias investigações científicas, os ácidos graxos essenciais ajudam a reduzir os níveis de testosterona, provocando uma regulação do ciclo menstrual.
  • Estimula a circulação sanguínea. Além disso, os ácidos ômega 3 presentes no salmão e outros peixes graxos, também são excelentes para a saúde do coração, já que eliminam as partículas de gordura que conformam o colesterol ruim e provocam alterações hormonais. Por outro lado, como dizia anteriormente, regularizam a resistência à insulina que também afeta o coração.
  • Desintoxica o organismo.Outro benefício que se reconhece para tratar a síndrome de ovário policístico é devido ao seu alto conteúdo de vitamina D. Está comprovado que os baixos níveis desta vitamina foram associados com alguns dos sintomas deste problema, incluindo a acne e a resistência à insulina.

pescado

Consumo de salmão

A melhor forma em que você pode consumir o salmão é fazê-lo fresco e prepará-lo no menor tempo de cocção possível para conservar todos os seus nutrientes. Existe uma infinidade de pratos que você pode preparar para se deleitar com o delicioso sabor deste peixe. A dose recomendada a ingerir é de duas porções de salmão ou outro peixe graxo, por semana.

Outra forma de obter seus benefícios é consumindo-o como suplemento, que costuma ser oferecido no mercado na forma de cápsulas: de 1 a 3 por dia.

Quantas vezes por semana você consome peixes gordurosos?

Gráfico da enquete: Quantas vezes por semana você consome peixes gordurosos?

Todos os dias

1/5

5 vezes por semana

4/4

3 vezes por semana

5/1

1 vez por semana

5/4

Nunca porque não gosto de peixe

4/3

Que outros alimentos ricos em ômega 3 você consome?




IMPORTANTE: A missão do "O salmão, um remédio natural para combater os cistos ovarianos" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O salmão, um remédio natural para combater os cistos ovarianos"

Comente no Google+