Pedras na vesícula

Cálculos na vesícula

Um dos problemas de saúde mais comuns em que a vesícula é a protagonista é a litíase, a qual se caracteriza pela presença de pedras ou cálculos biliares. Para entender um pouco, eu vou te detalhar o que são e como se produzem.

A litíase biliar é uma doença que afeta a vesícula, a qual apresenta uma série de sintomas que permitem ao médico estabelecer se é um problema vesicular.

O que são os cálculos biliares

  • São pedras formadas na vesícula pela sedimentação de determinados componentes da bílis.
  • A vesícula se encontra conectada ao fígado por um conduto, através do qual se conduz a bílis do fígado, órgão onde se sintetiza, até o intestino.
  • A bílis se armazena na vesícula e sua função é a de metabolizar e emulsionar as gorduras.

Como se formam as pedras na vesícula

  • Quando a bílis contém excesso de colesterol, este fica espesso, se sedimenta e se endurece até formar pequenos cristais, que logo se transformarão em pedras.

Quem tem mais probabilidades de sofrer de problemas na vesícula biliar

  • Pessoas obesas.
  • Pessoas que sofrem de dislipidemias como a hipercolesterolemia.
  • Mulheres que consomem anticoncepcionais orais.

Como tratar as pedras na vesícula

  • Através de uma dieta baixa em gorduras, cujo objetivo é reduzir a formação de pedras, diminuir a inflamação na vesícula, reduzir e eliminar os episódios de dor caracterizado pela cólica biliar.
  • Medicação indicada pelo médico levando em conta as características particulares de cada paciente.
  • Cirurgia laparoscópica.

Evitar a litíase biliar é possível, só é preciso adotar uma série de ações preventivas, tais como:

  • Manter um peso saudável de acordo à sua idade, altura e sexo.
  • Consumir uma alimentação baixa em gordura e rica em fibra.
  • Praticar exercício físico de forma regular.

Diante de qualquer sintoma, lembre-se de consultar seu médico.


IMPORTANTE: A missão do "Pedras na vesícula" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Pedras na vesícula"

Comente no Google+