A clorofila, um suplemento eficaz para a anemia

Estimula a produção de glóbulos vermelhos

A clorofila está presente na maioria das verduras de folhas verdes e em outros alimentos também. Recentemente foi possível descobrir que pode ser um excelente remédio natural para tratar a anemia. Descubra como este componente natural pode te ajudar...

Como você já deve saber, a clorofila é o pigmento verde responsável por dar essa cor às plantas através da fotossíntese.

Ao ser uma substância rica em energia solar e que estimula o crescimento dos vegetais, os cientistas intuíram que podem ser de grande ajuda para a saúde.

Por esta razão nos últimos tempos, foram realizadas diferentes investigações a fim de conhecer com maior profundidade as propriedades deste componente.

É assim que descobriram que a clorofila é capaz de aumentar os níveis de energia física, proporcionando um bem-estar geral ao organismo.

Um dos principais benefícios que se encontrou é a sua capacidade para revitalizar quem sofre de anemia. Esta vantagem vem junto com seu grande valor nutricional que a torna um superalimento.

Quer saber do que se trata?

Benefício da clorofila para a anemia

Como foi possível constatar, as moléculas presentes na clorofila das plantas têm uma estrutura semelhante à hemoglobina do sangue humano. A única diferença é que a hemoglobina humana possui ferro e a clorofila tem magnésio no núcleo das suas células.

É por essa causa que os cientistas deduziram que poderia ser de grande ajuda para aliviar a anemia causada pelo baixo nível de glóbulos vermelhos presentes no sangue.

A clorofila ajuda a restituir e reparar as células vermelhas que vão morrendo ou que sofrem empobrecimento dos seus componentes.

É capaz de realizar estas ações através do seu rico conteúdo em enzimas vivas, já que estas estimulam a depuração do sangue e por sua vez aumentam a capacidade desta para levar mais oxigênio para as células do organismo e dos pulmões ao cérebro, o que aumenta o nível energético do corpo.

Devido a estes benefícios, é comum que os médicos recomendem às mulheres que tomem a clorofila durante a menstruação, sobretudo quando estas são muito abundantes.

Também é recomendada para depois do parto, para revitalizar o organismo e prevenir o esgotamento.

Porém, por que é tão boa a clorofila? A resposta está na riqueza dos seus componentes.

Valor nutricional da clorofila

  • É uma boa fonte de vitaminas: A, C, E, K e betacaroteno.
  • Possui grande conteúdo de minerais: magnésio, ferro, potássio, cálcio.
  • Ácidos graxos essenciais.

Este rico conteúdo em nutrientes torna possível que a clorofila possua grande número de benefícios para a saúde. Gostaria de saber quais são?

Outros benefícios da clorofila para a saúde

  • É antioxidante: previne o envelhecimento do corpo e doenças degenerativas como o câncer.
  • É enriquecedora do sangue: previne a anemia e oxigena o sangue.
  • É coagulante: ajuda a melhorar a coagulação normal do sangue, favorecendo a cicatrização de feridas e queimaduras.
  • É antimicrobiana: fortalece o sistema imunológico, eliminando micróbios e germes que podem provocar doenças.
  • É digestiva: melhora a digestão e é de grande ajuda no caso de pancreatite.
  • É analgésica: previne as dores dentárias, musculares e articulares como os da artrite.
  • Age como desodorante: reduz o mau hálito e outros odores corporais.
  • É relaxante: evita a insônia e acalma os estados nervosos.
  • Previne a sinusite.
  • Evita o desenvolvimento de cálculos renais.
  • Estimula o equilíbrio hormonal do organismo.
  • Ajuda a desintoxicar o corpo.

Eu imagino que, com todos estes benefícios, você está se perguntando como pode consumir este grandioso alimento, não é mesmo?

Clorofila

Como consumir clorofila

Não será uma tarea difícil incluir a clorofila na sua dieta diária, já que quase todas as verduras verdes são ricas em clorofila.

Aumente o consumo das seguintes verduras:

  • Rúcula
  • Alho-poró
  • Feijão verde
  • Salsinha
  • Kale
  • Agrião de jardim
  • Acelga
  • Espinafre
  • Alho
  • Brócolis
  • Cenoura
  • Chá verde
  • Alfafa
  • Banana
  • Tomate
  • Algas verdes azuis como Chlorella e Spirulina
  • Aspargos
  • Ervilhas

Conselho: quando cozinhar seus alimentos ricos em clorofila, evite fazê-lo por longo tempo já que o calor excessivo tende a destruir seu conteúdo de clorofila e magnésio.

Tente consumir sempre as verduras cruas ou no vapor para obter ao máximo seus benefícios.

Como suplemento

Você também tem a opção de consumi-la como suplemento. Pode encontrá-la apresentada de 2 formas:

  • Em comprimidos
  • Em etrato líquido

Efeitos secundários e contraindicações da clorofila

Ainda não se conheceram efeitos tóxicos da clorofila proveniente dos alimentos. Quanto à clorofila consumida através de suplementos, em algumas pessoas pode produzir:

  • Diarreia
  • Cãibras abdominais
  • Contraindicações

Não é aconselhável que você a consuma caso se encontre em alguma destas situações:

  • Gravidez
  • Amamentação
  • Fotossensibilidade
  • Se consome medicamentos imunossupressores.

Que alimentos ricos em clorofila você consome habitualmente?

Gráfico da enquete: Que alimentos ricos em clorofila você consome habitualmente?

Verduras de folha verde

23/4

Chá verde

9/5

Algas verdes

6/8

Cenoura

18/0

Alho-poró

3/6

Banana

20/1

Tomate

19/1

Ervilhas

12/1

Você já consumiu clorofila como suplemento?




IMPORTANTE: A missão do "A clorofila, um suplemento eficaz para a anemia" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "A clorofila, um suplemento eficaz para a anemia"

Comente no Google+