O peixe: um excelente alimento para a saúde mental

Ajuda a prevenir várias doenças

Manter uma dieta balanceada e rica em nutrientes é um hábito que dá grandes benefícios para a saúde física. Porém, não se sabe que se alimentar de forma saudável pode ajudar a ter uma saúde mental em ótimas condições. Consumir peixe pode te ajudar a prevenir doenças mentais.

Um dos fatores mais evidentes mas até há pouco tempo não muito reconhecidos no desenvolvimento de doenças da saúde mental é o papel que desempenha a nutrição.

As evidências da relação que existe entre a dieta e a saúde mental está crescendo a um ritmo acelerado. Você sabia?

Além disso, do seu impacto na saúde mental a curto e longo prazo, a evidência indica que a alimentação desempenha um papel importante no desenvolvimento e a prevenção de problemas de saúde mental.

Tais como a depressão, a esquizofrenia, o transtorno de hiperatividade e déficit de atenção e o mal de Alzheimer.

Em uma recente investigação, cientistas franceses descobriram que consumir peixe semanalmente pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver mal de Alzheimer e outras doenças mentais.

O estudo foi realizado na Universidade Victor Segalen, de Bourdeaux, na França.

Como foi realizado o estudo

Estudou-se a dieta de mais de 1.600 anciãos residentes no sul da França. Os investigadores descobriram, depois de um período de seguimento de sete anos, que os que comeram mais peixe apresentavam menos signos de demência que os que não o fizeram.

O investigador Pascale Barberger Gateau explicou a respeito: "Os anciãos que comeram peixe ou mariscos pelo menos uma vez por semana correram um risco menor de desenvolver demência e outras doenças mentais, inclusive o mal de Alzheimer".

Por que o peixe é bom para a saúde mental

Como você já sabe, é um dos alimentos mais ricos em ácidos graxos poliinsaturados. Estes podem reduzir a inflamação do cérebro.

Da mesma forma, os especialistas consideram que os ácidos graxos podem ter um impacto no desenvolvimento do cérebro e a regeneração das células nervosas.

Além disso, existem outros estudos médicos que revelaram que o consumo regular de peixe poderia reduzir em grande medida o risco de morte por ataque cardíaco.

Pescadería

Quais são os peixes recomendados para que você consuma

Os melhores são os mais oleosos como o salmão, a truta, a cavala, as anchovas e as sardinhas. Estes peixes são rica fonte de ácidos graxos ômega-3.

A Associação de Saúde Americana sugere o consumo destes tipos de peixe pelo menos duas vezes por semana.

Os óleos ômega-3 também se encontram em outros alimentos, como é o caso das nozes, a linhaça (ou o óleo de linhaça), o azeite de oliva, o manjericão fresco e as verduras de folha verde.

Outra opção que você pode usar se não gosta de peixe e dos mariscos, para obter o suficiente óleo ômega 3, é consumir suplementos alimentares à base de peixe.

Com que frequência você consome peixe?

Gráfico da enquete: Com que frequência você consome peixe?

Todos os dias

5

Dia sim dia não

4

Duas ou três vezes por semana

4

Uma vez por semana

15

Não consumo

4

Qual é o seu peixe favorito?




IMPORTANTE: A missão do "O peixe: um excelente alimento para a saúde mental" é te ajudar a estar informado. NUNCA substitua a consulta médica.

Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "O peixe: um excelente alimento para a saúde mental"

Comente no Google+