Fangoterapia: seus benefícios para a pele

O uso do fango termal na cosmética, saúde e beleza

O fango termal favorece a regeneração da epiderme. A ação do Cobalto varre sem agredir "todas as célular mortas".

A pele está formada por três capas. A mais superficial se denomina epiderme, a capa média derme, e a capa profunda hipoderme. A capa mais externa, conhecida como EPIDERME, está coberta de queratina, uma proteína firme chamada córnea. As células mortas são eliminadas da superfície da pele e são substituídas por células novas que provêm da base da epiderme. Está em constante mudança e desaparece sem que se perceba cada 28 dias. Esta área também produz o pigmento da pele melanina.

A epiderme consta de uma série de estratos (de dentro para fora), a capa basal formada por uma só capa de células com atividade mitótica e a partir da qual vão ascendendo as células dos restantes estratos, o estrato espinhoso ou mucoso com células poliédricas, que apresentam prolongações citoplasmáticas como espinhas; o estrato granuloso, com uma ou duas capas de células achatadas com grânulos de lipídios, o estrato lúcido com células anucleadas e estrato córneo, formado como antes se disse por células mortas, achatadas queratinizadas que vão se desprendendo na forma de pequenas lâminas.

Debaixo da epiderme está a DERME, que contém folículos pilosos, glândulas sebáceas e sudoríparas, terminações nervosas e vasos sanguíneos.

Esta matriz extracelular contém colágeno e elastina, duas proteínas essenciais que cumprem a função de sustentação da pele, contribuiem a dar elasticidade e resistência.

Na matriz extracelular, os polipéptidos de tropo elastina, que são os precursores da elastina, estão covalentemente entrecruzados pela ação da lisioxidase, enzima que requer a contribuição de COBRE. Sem a presença deste elemento as fibras elásticas diminuem e se fragmentam rapidamente, produzindo um bloqueio enzimático. Este tem também um papel fundamental na produção de moléculas de colágeno. Quando a DERME se deteriora, a pele afrouxa e se enruga, a elasticidade se perde.

Finalmente, está a capa mais profunda, a HIPODERME, que contém tecidos gordurosos e capilares. Age como amortecedor de golpes, isolante térmico e reservatório de nutrientes.

O fango termal favorece a regeneração da epiderme (a ação do Cobalto varre sem agredir “todas as células mortas”), nutre cada uma das células da derme, proporcionando a elas todos os minerais e oligoelementos essenciais para a sua regeneração e nutrição. Em outras palavras, o fango termal faz que a pele se conserve “saudável e jovem” desde “dentro”.

Fangoterapia: usos e aplicações terapêuticas do fango termal
Entre as propriedades terapêuticas e desmato-cosmetologiítas do fango termal, se destacam:

  • Sua ação anti-inflamatória, calmante e grande poder de absorção.
  • Age como estimulante da formação cutânea, não só depurando e curando a pele, mas também favorecendo a expulsão do ácido úrico.
  • Favorece a reprodução celular.
  • Quimicamente possui sais minerais e oligoelementos que o organismo precisa.
  • Estimula poderosamente a circulação.
  • Age como reconstituinte dos tecidos.
  • Produz uma hiperativação orgânica.
  • Realiza uma limpeza profunda na pele.
  • Age intensamente nas peles que têm os poros muito dilatados, como inigualável adstringente, eliminando o excesso de oleosidade e selando os poros.

Fangoterapia: aplicações estéticas do fango termal

Envelhecimento cutâneo - pele seca e desidratada - manchas e melasmas - antiacne - limpeza profunda da pele - celulite - derrames varicosos - drenagem linfática - perda do cabello - calvícies leves e medianas.

Como é possível que um mesmo produto sirva como peeling, diminua a acne, e seja agente antirrugas?

Simplesmente pela ação dos oligoelementos que o compõem. No caso da acne é possível ver a ação antimicrobiana, antisséptica e descongestiontante do fango termal e seu poder adstringente e secante, graças à ação do enxofre coloidal.

No caso das rugas, a pele sofre um processo degenerativo, o fango termal possui propriedades revitalizantes, já que seus componentes são ATIVOS, proporcionando Magnésio, Cobre, Zinco e Silício (contém uma verdadeira maceração milenária deste elemento que data da ERA terciária, impossível de encontrar em outro fango. Todos estes elementos bloqueiam o processo de envelhecimento das células, revitalizando-as, fortalecendo a tensão da pele (age como máscara tensora) e dos delicados músculos do rosto, eliminando a flacidez e brindando um aspecto juvenil.

A juventude também se manifesta no corpo: estrias, celulite e flacidez são um claro sintoma de que os tecidos vão perdendo força.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Fangoterapia: seus benefícios para a pele"

Comente no Google+