A diferença entre uma Tisana e uma infusão

Tisana ou infusão, é o mesmo?

Geralmente costuma-se denominar da mesma forma a tisana e a infusão, quando na realidade são duas coisas diferentes. A temperatura da água, a maneira de preparar e alguns outros detalhes mais fazem a diferença. Você conhece quais são os atributos que correspondem a cada uma.

Na hora de falar de bebidas quentes, costuma-se confundir assiduamente as palavras de tisana e infusão, que são por muitos considerados a mesma coisa, quando de verdade não é assim. Embora os procedimentos na hora de preparar sejam muito parecidos, mas também tem as suas diferenças.

Para começar, uma infusão consiste numa bebida que se prepara com água muito quente, mas que não chegou a ferver. Esta água coloca-se sobre as folhas secas, flores, grãos ou o que se quer consumir. Deixa repousar, tapa-se, côa-se e depois já se pode beber. Alguns exemplos das infusões são o chá, café, a erva-mate ou a camomila.

No caso contrário, a grande diferença que existe com as tisanas é que neste caso a água sim que chega ao ponto de ebuilição. Incluso o normal é que varias ervas que fazem parte desta bebida chegam a ferver vários minutos, para que a água interatue com os princípios ativos destas plantas em questão.

Como vocês podem ver, a diferença é pequena, mas existe. É bastante comum que se confundam estas questões como também costuma passar chamar “chá” a qualquer bebida quente, enquanto esse qualificativo só corresponde às infusões procedentes da Camélia Síneses.


Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "A diferença entre uma Tisana e uma infusão"

Comente no Google+