Molho chermoula, uma deliciosa marinada marroquina

Ideal para acompanhar carnes de todo tipo

O molho chermoula é um dos mais interessantes para marinar carnes de todo tipo, sempre falando da gastronomia árabe. Esta preparação, pontualmente, é de origem marroquina. E você vai saber como prepará-la e usá-la se ler este artigo.

Dentro do mundo da gastronomia árabe, existem alguns pratos que são inconcebíveis sem a companhia de um bom molho e algumas especiarias pondo sabor, cor e os matizes característicos que tem a comida oriental.

Dentro do que é a tradição do norte africano, o molho chermoula é uma das mais características que existe. Usa-se para marinar, para cozinhar e também para acompanhar carnes. É uma mistura de especiarias que varia de acordo com a receita de cada um, mas tem alguns princípios comuns que se mantêm inalteráveis e dão muitíssimo sabor aos pratos. Aprenda a preparar!

Passo a passo para preparar um molho chermoula

Ingredientes

  • Uma colher de pimenta caiena
  • Uma colher de paprika
  • Uma colher de cominho
  • Uma colher de gengibre picado
  • Quatro dentes de alho picados
  • Três colheres de coentro picado
  • Três colheres de salsinha picada
  • Uma colherinha de fibras de açafrão
  • 100 ml de azeite de oliva
  • O sumo de meio limão
  • Sal

Preparação

  • Coloque todos os ingredientes dentro de um recipiente, que pode ser um pote ou frasco de vidro, uma tigela, ou o que tiver por perto que possa conter todos os elementos.
  • Misture bem a preparação e, a partir daí, tem duas opções. Uma é a de conservar e usar assim como está. A outra é a de processar e usar a chermoula na forma de pasta.

Como usar o molho chermoula

Guardadas as distâncias geográficas e as diferenças nas especiarias, poderia se dizer que o chermoula é para o Marrocos, o que o curry é para a Índia. É uma mistura de condimentos que serve para marinar, cozinhar e acompanhar todo tipo de preparações.

O mais habitual é que se utilize em carnes, seja de vaca, ou de frango ou peixe. Você simplesmente tem que começar marinando o corte escolhido com o molho chermoula durante umas duas horas, no mínimo.

No momento da cocção, você pode incorporar ou não o líquido da marinada. Seja como for, o sabor vai ficar impregnado na preparação. Se quiser, também pode preparar uma chermoula processada, que fique mais espessa e homogênea, que nesse caso ficará ótima para acompanhar as carnes (ou vegetais, por que não) por fora, usada como um molho frio.

Salsa arabe

Outros molhos árabes

A chermoula é deliciosa e tem uma grande quantidade de condimentos que darão sabor aos seus pratos. Mas agora é hora de que você conheça outros molhos da gastronomia árabe.

  • Molho para peixes de vinagre e alho. Alho, vinagre, cominho e sal. É o único que tem este molho árabe ácido, ideal para acompanhar peixes assados.
  • Molho de meshabekka de tomate. Um tradicional molho de tomate com alho, condimentos e que serve para acompanhar basicamente qualquer tipo de prato. É muito fácil de preparar e utilizar.
  • Molho de gergelim taratur. Um dos molhos mais tradicionais que se usam na gastronomia árabe. Consiste em misturar água, sumo de limão, pasta de gergelim, sal e ás vezes um pouco de alho. Vai bem com carnes de todo tipo ou com um gostoso falafel.

Qual molho/untável árabe é o seu favorito?

Gráfico da enquete: Qual molho/untável árabe é o seu favorito?

Húmus de grão-de-bico

11/2

Baba ganoush de berinjela

9/2

Muhammara de pimentão

7/3

Molho taratur de gergelim

7/2

Molho chermoula de especiarias

8/1

Outras

2/2

Com que você o acompanha?




Nenhum comentário

Você pode comentar no Facebook e no Google +, ou se preferir fazê-lo de forma anônima no nosso sistema de comentários

Comente no Facebook
Comente na Innatia

Escreva seu comentário sobre "Molho chermoula, uma deliciosa marinada marroquina"

Comente no Google+